AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO

Pública Indica: a Amazônia, segundo um morto e um fugitivo

A repórter ELIANE BRUM, da revista Época, acompanha há oito anos a violência de grileiros e madeireiros na Terra do Meio, oeste do Pará. Ela conta o drama de João Chupel e Junior José Guerra, que denunciaram um esquema de roubo de Ipês dentro de reservas florestais. Chupei foi assassinado; Guerra foi abandoando pelo poder público e vive fugindo pelo país. A reportagem revela a relação entre quadrilhas que roubam madeira e a elite paulistana que frenquenta colunas sociais.

Comentários

Opte por Disqus ou Facebook

Anatomia de um crime 6

, | por | 23 de março de 2017

Repórter da Pública percorre a história do Maracanã, patrimônio cultural destruído com autorização do Iphan e abandonado pelo poder público depois de mais de R$ 1,3 bilhão gasto em obras suspeitas de alimentar a corrupção

Pobre sai, rico fica

Pobre sai, rico fica 2

| por | 16 de março de 2017

A Justiça trata de maneira “diferenciada” os ricaços que têm mansões perto do Jardim Botânico – entre eles, o atual secretário de Habitação do Rio, Índio da Costa