AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO

Pública Indica 08-06-2102

Novo estudo sobre a economia do tráfico de cocaína na Colômbia mostra que só 2,6% do valor permanece no país, enquanto 97,4% dos lucros ficam com criminosos e são lavados em grandes bancos. “Todo o sistema (de repressão) está baseado em ir atrás do cara pequeno, o elo fraco na corrente, e nunca dos grandes negócios ou sistemas financeiros onde o dinheiro realmente está”, diz um dos autores, o economista colombiano Daniel Mejía. A reportagem é do Guardian, em inglês.

Novo estudo sobre a economia do tráfico de cocaína na Colômbia mostra que  só 2,6% do valor permanece no país, enquanto 97,4% dos lucros ficam com criminosos e são lavados em grandes bancos. “Todo o sistema (de repressão) está baseado em ir atrás do cara pequeno, o elo fraco na corrente, e nunca dos grandes negócios ou sistemas financeiros onde o dinheiro realmente está”, diz um dos autores, o economista colombiano Daniel Mejía. A reportagem é do Guardian, em inglês.

Comentários

Opte por Disqus ou Facebook

Uma pena, duas medidas

| por | 17 de julho de 2017

Enquanto as mulheres com filhos pequenos lutam para obter a prisão domiciliar, direito previsto por lei, presos da Lava Jato gozam desse benefício sem amparo da legislação penal

A faculdade estatizada no Mato Grosso

| por | 30 de junho de 2017

Instituição criada por Gilmar Mendes e sua família em Diamantino foi incorporada pelo Estado no governo de Silval Barbosa, amigo do ministro do STF; Ministério Público investiga a legalidade do negócio de R$ 7,7 milhões. Executivo reconhece que não tem recursos para manter a unidade como determina a lei