AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO

Pública Indica 02-07-2012

A matéria de RUBENS VALENTE, da Folha de S. Paulo, conta como aproximadamente 19,4 mil documentos secretos produzidos ao longo da ditadura militar pelo SNI foram destruídos em 1981, sob ordens assinadas pelo general Newton Cruz. Dentre os documentos, alguns que poderiam incomodar os militares e relatórios sobre personalidades famosas, como dom Helder Câmara e o poeta Vinicius de Moraes.

Comentários

Opte por Disqus ou Facebook

Jucá, o tricoteiro de quatro agulhas

| por | 24 de abril de 2017

Presidente do PMDB, principal articulador de Michel Temer no Congresso e uma das estrelas da Lava Jato, Romero Jucá defende uma transição no lugar do extermínio da classe política encurralada pelo maior escândalo de corrupção da história

Watu Morreu

| por , | 22 de abril de 2017

Para os índios Krenak que vivem às margens do rio Doce, a lama proveniente da mina da Samarco trouxe o fim da pesca e da caça e o ocaso de um estilo de vida. A empresa não responde se há salvação para aquelas águas