AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO

Pública Indica 21-03

Texto surpereendente de ERIN LAKE, do site The Daily Beast, mostra como a empresa militar privada Blackwater – que ficou famosa por prover soldados mercenários na guerra do Iraque – trabalhava proximamente à CIA. Os detalhes estão em um processo contra a empresa por compra e envio ilegal de armas. A Blackwater se defende relatando em detalhes como compartilhava missões e centros de treinamento com a CIA. “De muitas maneiras, a Blackwater era uma extensão da CIA”, diz o documento da defesa.

Texto surpereendente de ERIN LAKE, do site The Daily Beast, mostra  como a empresa militar privada Blackwater – que ficou famosa por prover soldados mercenários na guerra do Iraque – trabalhava proximamente à CIA. Os detalhes estão em um processo movido pelo governo contra a empresa por compra e envio ilegal de armas. A Blackwater  se defende relatando em detalhes como compartilhava seus empregados, equipamentos e centros de treinamento com a CIA. “A CIA rotineiramente usava a Blackwater em missões no mundo todo”, diz o documento da defesa. “A Blackwater também encobria a atuação de oficiais da CIA operando em missões secretas. De muitas maneiras, a Blackwater, ou pelo menos uma parte dela, era uma extensão da CIA”.

Comentários

Opte por Disqus ou Facebook

Venezuela sem fake news

Venezuela sem fake news 11

| por | 13 de junho de 2017

Esqueça muito do que você leu por aí: não há catástrofe humanitária nem Maduro está para cair; mas há manifestantes quase todos os dias nas ruas, e eles não são “terroristas”, como dizem os apoiadores do governo

Venezuela sem fake news 11

| por | 13 de junho de 2017

Esqueça muito do que você leu por aí: não há catástrofe humanitária nem Maduro está para cair; mas há manifestantes quase todos os dias nas ruas, e eles não são “terroristas”, como dizem os apoiadores do governo