AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO

Pública Indica 30-04-2013

A SLATE teve acesso exclusivo à versão desclassificada de um manuscrito de 466 páginas feito por Mohamedou Ould Slahi, prisioneiro em Guantánamo desde 2005. Durante um ano ele relatou detalhes do encarceramento, como por exemplo, as sessões de interrogatório que duravam mais de 20h/dia, às quais ele foi submetido por meses, além do isolamento, privação de sono e tortura psicológica. No momento, Slahi e seu advogado preparam o pedido de habeas corpus para a corte federal; o primeiro pedido de liberdade foi negado em 2010.

Comentários

Opte por Disqus ou Facebook

Venezuela sem fake news

Venezuela sem fake news 10

| por | 13 de junho de 2017

Esqueça muito do que você leu por aí: não há catástrofe humanitária nem Maduro está para cair; mas há manifestantes quase todos os dias nas ruas, e eles não são “terroristas”, como dizem os apoiadores do governo

Venezuela sem fake news 10

| por | 13 de junho de 2017

Esqueça muito do que você leu por aí: não há catástrofe humanitária nem Maduro está para cair; mas há manifestantes quase todos os dias nas ruas, e eles não são “terroristas”, como dizem os apoiadores do governo