AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO

Depois da “chacina da Maré”, os moradores organizaram um ato ecumênico para homenagear as vitimas. Neste mesmo momento, o Rio de Janeiro estava vivenciando uma onda de protesto inédita, com milhares de pessoas exigindo mais saúde, mais educação, e mais justiça social. (Foto: Patrick Vanier)

Depois da “chacina da Maré”, os moradores organizaram um ato ecumênico para homenagear as vitimas. Neste mesmo momento, o Rio de Janeiro estava vivenciando uma onda de protesto inédita, com milhares de pessoas exigindo mais saúde, mais educação, e mais justiça social. (Foto: Patrick Vanier)

Comentários

Opte por Disqus ou Facebook

Anatomia de um crime 6

, | por | 23 de março de 2017

Repórter da Pública percorre a história do Maracanã, patrimônio cultural destruído com autorização do Iphan e abandonado pelo poder público depois de mais de R$ 1,3 bilhão gasto em obras suspeitas de alimentar a corrupção

Pobre sai, rico fica

Pobre sai, rico fica 2

| por | 16 de março de 2017

A Justiça trata de maneira “diferenciada” os ricaços que têm mansões perto do Jardim Botânico – entre eles, o atual secretário de Habitação do Rio, Índio da Costa