AGÊNCIA DE REPORTAGEM E JORNALISMO INVESTIGATIVO

Microbolsas: Agora é sua vez de investigar projetos de energia no Brasil

A partir de hoje, o Greenpeace se junta à Pública para realizar a 4ª edição do Concurso de Microbolsas de Reportagem. Temas deste ano são hidrelétricas e pré-sal

Vamos investigar os megaprojetos de energia no país? É essa a ideia do quarto Concurso de Microbolsas de Reportagem, que lançamos hoje.

Através dele vamos financiar e apoiar a produção de investigações independentes, realizadas por repórteres de todo o Brasil, sobre dois temas cruciais para o debate democrático, mas que nem sempre têm recebido a cobertura que merecem: os grandes projetos de hidrelétricas e de exploração do pré-sal.

Por isso, nos unimos ao Greenpeace para promover o Concurso de Microbolsas para Reportagens sobre Energia.

Foto: Greenpeace/Rodrigo Paiva

Convidamos jornalistas a propor pautas que sempre quiseram investigar sobre esses dois temas. As pautas devem ser inéditas e relevantes, e o repórter – ou grupo de repórteres – tem que apresentar uma boa pré-apuração e experiência em realizar reportagens de maneira independente.

Serão selecionadas duas pautas sobre cada tema. Cada vencedor receberá uma bolsa de R$ 5 mil para executar a pauta, que terá mentoria e edição da Pública.

As inscrições estão abertas desde segunda-feira, 27 de outubro, até dia 14 de novembro de 2014.

Nas edições anteriores, algumas das reportagens que ajudamos a tornar realidade foram reconhecidas e premiadas nacional e internacionalmente. É o caso de “Severinas”, minidocumentário de Eliza Capai que foi finalista do Prêmio Gabriel García Márquez, da Fundación Nuevo Periodismo Iberoamericano (FNPI); a série sobre “Cadeias Indígenas na Ditadura“, de André Campos, finalista do Prêmio Iberoamericano de Periodismo, do Instituto Prensa y Sociedad (IPYS); e “Dor em Dobro”, de Anna Beatriz dos Anjos, Gabriela Sá Pessoa e Natacha Corrêa, que ganhou neste ano o prêmio SindhRio de Jornalismo e Saúde.

A próxima grande reportagem pode ser a sua! Inscreva-se!

Leia aqui o regulamento e faça sua inscrição aqui, pelo formulário.

[relacionados]

Tags: , , , , , ,

Comentários

Opte por Disqus ou Facebook

  • klarekerry31

    GREENPEACE =CIA!

  • klarekerry31

    The multi-national environmental group Greenpeace,after gambling away millions in charitable donations and revelations that a top official flew into work everyday, the group’s credibility and image have taken a huge hit.

    To make matters worse for the international green group, India is now putting controls on its funding and hampering its operations within the country after labeling them a “threat to national economic security.”

    “They have become a corporate fundraising machine. Losing money on investment speculation is nothing new for organizations of their size,” Greenpeace co-founder Patrick Moore told The Daily Caller News Foundation. Moore left the group in the late 1980s after deciding it became too radical.

    “But it is their hypocrisy on policy that shows them to be unworthy,” Moore said. “They tell us rot ‘quit our addiction to oil’ and then attack a Russian oil platform with a diesel-powered ship. Now it is revealed their executive is commuting 600 kilometers by plane.”

Muitas perguntas, poucas respostas

Muitas perguntas, poucas respostas

| por | 30 de junho de 2016

Levantamento inédito da Artigo 19 revela que falta de transparência é regra no plano de segurança da Olimpíada; órgão mais problemático, Secretaria de Segurança do Rio acaba de receber mais R$ 2,9 bilhões do governo federal