Agência de Jornalismo Investigativo

Afirmação foi feita por Gleisi Hoffmann (PT-PR) durante entrevista, mas dados mostram que porcentual é menor

15 de Fevereiro de 2017
A senadora Gleisi Hoffmann,(PT-PR) afirmou que 80% dos aposentados ganham salário mínimo
A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) durante debate no Senado. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

“Hoje 80% de quem é aposentado na Previdência ganha salário mínimo.” – senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em entrevista à Rádio Brasil Atual no dia 30 de janeiro.

Convidada a falar soExageradobre a Previdência Social em entrevista à Rádio Brasil Atual, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) criticou a reforma previdenciária proposta pelo governo Temer e afirmou que 80% dos beneficiários de aposentadorias da Previdência Social são contemplados com apenas um salário mínimo ao mês. Procurado pela reportagem, o gabinete da senadora informou que o dado citado “está no Boletim Estatístico da Previdência Social, disponível no site da Previdência”.

O dado apresentado por Hoffmann foi usado para criticar o fim da política de valorização do salário mínimo. Isso porque 2017 é o primeiro ano desde 2003 em que não houve aumento real do mínimo, ou seja, não houve reajuste acima da inflação. O aumento do salário mínimo para 2017 foi fixado em 6,48%, enquanto o reajuste da aposentadoria para quem ganha acima do salário mínimo foi de 6,58%. Desde 1997 o reajuste para benefícios que ultrapassam o piso não é maior que o reajuste do salário mínimo.

Para tentar descobrir se a informação é verdadeira, o Truco – projeto de checagem da Agência Pública – localizou a última edição do boletim estatístico citado pela assessoria da senadora, que data de dezembro de 2016, mas ele não traz a informação mencionada. O relatório informa apenas qual a porcentagem de beneficiários de todos os programas da previdência que recebe o piso previdenciário, que é equivalente ao salário mínimo. De acordo com a tabela 12 do boletim, 66% dos beneficiários da Previdência Social recebem um salário mínimo por mês. Outros 2,3% recebem valores inferiores ao piso previdenciário; isso ocorre porque, em alguns casos, o valor de uma pensão pode ser dividido entre mais de um beneficiário.

Já o número de brasileiros beneficiados pelo benefício da aposentadoria que recebe este valor por mês é um pouco inferior: 63% das aposentadorias pagas correspondiam ao salário mínimo em dezembro de 2016, de acordo com a assessoria de comunicação da secretaria de Previdência. O dado foi extraído pela área técnica do órgão, responsável pelos boletins estatísticos – como o que foi citado pela parlamentar – e não está disponível para consulta em nenhum site do governo.

A alegação da senadora de que 80% dos aposentados brasileiros recebe um salário mínimo é, portanto, considerada exagerada, já que a afirmação não usa dados certos, mas aponta um conceito verdadeiro ou uma tendência correta.

Truco

Este texto foi produzido pelo Truco, o projeto de fact-checking da Agência Pública. Entenda a nossa metodologia de checagem e conheça os selos de classificação adotados em https://apublica.org/truco. Sugestões, críticas e observações sobre esta checagem podem ser enviadas para o e-mail truco@apublica.org e por WhatsApp ou Telegram: (11) 96488-5119. Acompanhe também no Twitter e no Facebook.

Mais recentes

Rodrigo Maia usa dados sem contexto sobre educação

15 de junho de 2018 | por , e

Presidenciável acerta número sobre pessoas em pobreza extrema no Nordeste, mas erra quantidade de crianças em creches

Imagem falsa diz que só três países têm voto eletrônico

12 de junho de 2018 | por

Montagem denuncia que apenas Brasil, Cuba e Venezuela adotam sistema, mas uso de tecnologia em eleições nacionais ocorre em 23 lugares do mundo

Aldo Rebelo usa dados falsos sobre golpe de 64, Copa e Amazônia

8 de junho de 2018 | por , e

Presidenciável também errou ao falar sobre apoio ao Código Florestal e distorceu informações sobre safra agrícola e preservação ambiental

Explore também

Legado pra quem?

4 de Fevereiro de 2014 | por , e

Cinco histórias de vitórias populares contra violações aos direitos à cidade, à moradia, ao trabalho, à cultura e ao esporte durante os preparativos da Copa

As offshores dos empresários de ônibus presos na Lava Jato

7 de julho de 2017 | por

Presos esta semana, Jacob Barata Filho e João Augusto Morais Monteiro – presidente da Rio Ônibus – tiveram suas contas bancárias em paraísos fiscais vazadas no Panama Papers

Água destinada a empresas pela Sabesp aumenta 92 vezes em 10 anos

3 de Março de 2015 | por e

Desde março do ano passado companhia suspendeu obrigações, mas manteve descontos para empresas que usam muita água; apesar da crise, 42 contratos de demanda firme foram assinados em 2014