Agência de Jornalismo Investigativo

Álvaro Dias, do Podemos, criticou a cobertura do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras, mas área é ainda menor do que a citada pelo candidato

26 de setembro de 2018
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Álvaro Dias, do Podemos, em entrevista à EBC: vigilância da fronteira foi um dos temas abordados pelo candidato
Álvaro Dias, do Podemos, em entrevista à EBC: vigilância da fronteira foi um dos temas abordados pelo candidato

“O sistema de monitoramento da faixa de fronteira (…) não se conclui; aliás, 5% só é executado.” – Álvaro Dias (Podemos), em entrevista à EBC.

ExageradoSegurança pública e combate ao tráfico de drogas são pautas recorrentes nos discursos dos candidatos à Presidência. Na sabatina da EBC realizada no dia 5 de setembro, o senador Álvaro Dias (Podemos) criticou a falta de vigilância da fronteira e afirmou que o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron) do Exército cuida de apenas 5% da área total. Dados da corporação mostram, no entanto, que o porcentual coberto é de 3,89% – número 22,2% inferior ao citado pelo candidato. Por isso, o Truco – projeto de checagem de fatos da Agência Pública – classificou a frase como exagerada.

A assessoria de imprensa do político não indicou a fonte da afirmação. Segundo a assessoria de imprensa do Exército, atualmente o Sisfron abrange uma faixa de 650 quilômetros – equivalentes a 3,89% dos 16.686 quilômetros de fronteira seca.

O sistema está sob a responsabilidade da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, localizada na cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul. A Lei Complementar nº 97/1999 institui que é dever das Forças Armadas defender a faixa de fronteira do país, que inclui a região de 150 quilômetros de largura ao lado da divisa com os outros países da América do Sul. A área engloba 588 municípios em 11 estados.

O projeto-piloto do Sisfron começou em 2012 e tem previsão de término em 2019. A conclusão integral do programa está prevista para 2035 e vai garantir a cobertura de toda a área de fronteira seca do país. O custo total, incluídos os investimentos já realizados, foi estimado em R$ 11,9 bilhões.

Em 2008, o Sisfron foi concebido por iniciativa do Comando do Exército, em decorrência da aprovação da Estratégia Nacional de Defesa. Em 2016, durante o governo de Michel Temer (MDB), foi criado o Programa de Proteção lntegrada de Fronteiras, que enfatizou a importância das ações de prevenção e fiscalização dos delitos transnacionais e ambientais na faixa fronteiriça.

Truco

Este texto foi produzido pelo Truco, o projeto de fact-checking da Agência Pública. Entenda a nossa metodologia de checagem e conheça os selos de classificação adotados em https://apublica.org/truco. Sugestões, críticas e observações sobre esta checagem podem ser enviadas para o e-mail truco@apublica.org e por WhatsApp ou Telegram: (11) 99816-3949. Acompanhe também no Twitter e no Facebook. Desde o dia 30 de julho de 2018, os selos “Distorcido” e “Contraditório” deixaram de ser usados no Truco. Além disso, adotamos um novo selo, “Subestimado”. Saiba mais sobre a mudança.

Mais recentes

Vídeo falso diz que eleições de 2014 foram fraudadas

27 de outubro de 2018 | por

Vídeo de suplente de deputada coloca em dúvida eleições de 2014 com dados irreais e um "especialista" não identificado

Em economia, Bolsonaro cita dados falsos e Haddad subestima e acerta

26 de outubro de 2018 | por , e

Em 4 frases checadas, presidenciável do PSL usou informações falsas; já Haddad citou número inferior ao real e fez uma afirmação correta

Alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal realizam atividades: candidatos têm propostas distintas para a área

Haddad exagera e Bolsonaro erra em frases sobre educação

26 de outubro de 2018 | por e

Números foram superestimados por candidato do PT, enquanto presidenciável do PSL citou informações falsas

Explore também

Teto de gastos deve dificultar ampliação de investimentos, tendo reflexos em unidades educacionais públicas como a Escola Municipal Professor Helena Lopes Abranches, no Rio

Em 5 frases dos candidatos, o que é certo e errado sobre educação

16 de agosto de 2018 | por , e

Alckmin, Marina, Lula, Bolsonaro e Ciro usaram dados falsos, sem contexto e verdadeiros sobre o assunto

Imagem erra ao comparar desemprego de FHC, Lula, Dilma e Temer

20 de abril de 2018 | por

Imagem atribui fonte dos dados ao IBGE, mas usa números de levantamentos diferentes e que não podem ser confrontados

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, em viagem ao Espírito Santo

Ministro da Defesa distorce dados sobre militares no déficit da Previdência

17 de fevereiro de 2017 | por

Investigamos a afirmação de Raul Jungmann, que calculou a despesa gerada pelos militares em apenas R$ 13 bilhões