Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Acompanhe as repórteres da Pública em busca de respostas sobre os crimes, as marcas e as memórias da ditadura militar nas ruas do Rio de Janeiro, no terceiro episódio da série Histórias Que Ninguém te Conta

27 de maio de 2019
Juliana Russo/Agência Pública
No terceiro episódio do podcast Histórias Que Ninguém Te Conta, as repórteres da Pública saem às ruas do Rio de Janeiro em busca de respostas sobre a morte de Dilermano Mello do Nascimento

Era 15 de agosto de 1964. Fazia apenas três meses que um golpe instaurara uma ditadura que duraria 21 anos no Brasil. Naquela sexta-feira, Dilermano Mello do Nascimento, ex-combatente da Segunda Guerra, foi encontrado morto no pátio interno do prédio do Ministério da Justiça em pleno centro da cidade no Rio de Janeiro. Na época, os militares relataram que ele havia pulado pela janela após dias de interrogatórios. Os jornais chegaram a cobrir o caso na época, mas logo deixaram de buscar o que aconteceu por causa do peso da censura.

No episódio de hoje do podcast Histórias Que Ninguém Te Conta, as repórteres Natalia Viana e Mariana Simões vão em busca de respostas sobre a morte de Dilermano no centro do Rio. No caminho, encontram personagens, testemunhos e histórias escondidas sobre a ditadura militar que ameaçam cair no esquecimento, mas continuam assombrando a região.

Listen to “Um corpo que cai – #Ep 03” on Spreaker.

Foi ali, na Rua da Relação que funcionou o Departamento de Ordem Política e Social (DOPS), um centro de repressão política no qual foram presos, interrogados e torturados presos políticos em diversos momentos da história do Brasil. Mas lá não existe nenhuma placa que relembra esse passado sombrio.

“A memória está sempre em disputa”, descreve Dulce Pondolfi, historiadora e ex-militante estudantil que ficou detida no DOPS e foi torturada pelos militares – ela chegou a ser usada em uma aula de tortura em um quartel no Rio de Janeiro, depois de passar pelo Dops. “Tem várias pessoas negando que tenha tido uma ditadura aqui, como várias pessoas negam que você teve tortura no Brasil”. Para ela, recompor esse passado é necessário “para que essa história não se repita.”

Outra participante é Cecília Coimbra, uma das fundadoras do Grupo Tortura Nunca Mais, que dá assistência a vítimas da ditadura e de violência do Estado, no Rio de Janeiro.

O podcast tem como ponto de partida o aplicativo Museu do Ontem, que mistura jornalismo e gamificação para explorar a região Portuária e o centro do Rio, palco de grandes acontecimentos e transformações na história do Brasil. Saiba mais e baixe o aplicativo aqui.

Arquivo Público do Estado de São Paulo

Não se esqueça de compartilhar e dar um like no Facebook e seguir o Histórias Que Ninguém te Conta no Spotify, Google Podcast ou Apple Podcast.

Seja aliada da Pública

Faça parte do nosso novo programa de apoio recorrente e promova jornalismo investigativo de qualidade. Doações a partir de R$ 10,00/mês.

Explore também

Vote na Pública!

12 de abril de 2012 | por

A Pública está concorrendo ao prêmio The BOBs na categoria "melhor blog português". Vote e ajude a divulgar!

Nos baixões do Piauí, paga-se o preço do progresso do Matopiba

17 de maio de 2018 | por

Na região conhecida como Matopiba, empresas de agronegócio compram terras com títulos duvidosos e entram em conflito com comunidades do cerrado; no Piauí, os relatos são de expulsões de famílias, incêndios de casas e contaminação dos rios

Vazamento de informações expõe espionagem da Vale

13 de setembro de 2013 | por

Emails, planilhas, fotos e denúncias de ex-gerente de segurança, que representa contra a companhia no MPF, mostram que a Vale espiona os movimentos sociais e grampeia funcionários - e até jornalistas - para defender seus interesses

Mais recentes

Quando ofensa à honra dá cadeia

26 de junho de 2019 | por

Jornalista foi sentenciado penalmente nesta quarta-feira por reportagem considerada difamatória; projetos e entidades pedem a descriminalização da calúnia, injúria e difamação

Afinal, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxico do mundo?

24 de junho de 2019 | por e

Não existem dados recentes que comparam consumo em diferentes países; segundo pesquisa da FAO, Brasil foi campeão em gastos com agrotóxicos em 2013, mas o sétimo se comparar com área plantada

Governo registrou 167 denúncias de violação sexual por líderes religiosos em três anos

24 de junho de 2019 | por

Disque 100 recebe média de três denúncias envolvendo religiosos por semana; em 2016, violência sexual foi a acusação mais frequente

Login para aliados

Participe e seja aliado.

Fechar