Agência de Jornalismo Investigativo

Étore Medeiros

Étore Medeiros vive em Brasília e colabora com a Agência Pública desde agosto de 2015, quando foi iniciado o projeto Truco no Congresso. Trabalhou no Correio Braziliense, entre 2013 e 2014, cobrindo o Congresso Nacional para a editoria de Política e meio ambiente no caderno de Brasil. Em 2015, trabalhou na Agência Brasília, portal de notícias institucional do governo do Distrito Federal. Se graduou em Jornalismo pela Universidade de Brasília, em 2012.


Mais recentes

Cunha e vetos. Não é bem assim!

2 de outubro de 2015 | por

“Não queremos obstruir a apreciação de qualquer tipo de veto. Eu defendi a manutenção dos vetos.” – Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, na quinta-feira (1º)

Cunha e reajuste do Judiciário. Blefe!

2 de outubro de 2015 | por

“Há uma polêmica num veto sobre reajuste do Poder Judiciário aprovado no plenário do Senado Federal por unanimidade. Quem criou o problema desse veto foi o Senado, não foi a Câmara dos Deputados. Então, agora estão cobrando responsabilidade do que eles foram irresponsáveis em terem aprovado.” – Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, na quinta-feira (1º)

Falso

Serraglio e terras indígenas. Blefe!

25 de setembro de 2015 | por

“Dizem que [a proposta] é inconstitucional porque fere a separação dos poderes, pois a demarcação [de terras indígenas] caberia ao Executivo. Sabe o que está escrito na Constituição? Que cabe ao Legislativo delimitar os bens da União. E o que são bens da União? As reservas indígenas.” – Osmar Serraglio (PMDB-PR), deputado federal, na quarta-feira (23)

Exagerado, distorcido ou discutível

Cunha e indicação de ministros. Não é bem assim!

25 de setembro de 2015 | por

“Toda a bancada é próxima a mim, mas não terei qualquer participação em indicações para ministérios.” – Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, na quarta-feira (23)

PL do infanticídio indígena traz falsa contradição entre cultura e vida

16 de setembro de 2015 | por

Aprovado pela Câmara dos Deputados, projeto de lei segue para apreciação do Senado. Pesquisadores ressaltam que a prática tem sido gradualmente abandonada pelos índios e que não existem dados confiáveis sobre o tema

Cunha e os cortes de gastos. Blefe!

11 de setembro de 2015 | por

“Não é pela via do aumento de impostos que vamos resolver o problema da conta. É melhor cortar gastos”, disse Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, em entrevista na terça-feira (8)