Agência de Jornalismo Investigativo

Os cientistas que pesquisam e monitoram o aquecimento global não tem dúvidas: as mudanças climáticas provocadas pela ação humana já estão a todo vapor e só podem ser minoradas com uma mudança radical na nossa relação com o planeta. É tarefa urgente reduzir as emissões de gases estufa e proteger os recursos naturais dos quais depende a renovação da vida, cada vez mais ameaçada pela elevação de temperaturas.

No Brasil, isso significa priorizar, proteger e aprender com as comunidades que vivem na maior floresta tropical do mundo, a Amazônia, no berço de nossas águas, o Cerrado, na região costeira, na Caatinga. São elas que garantem a preservação da biodiversidade desses biomas e também as mais atingidas pelo desmatamento, principal fonte de emissões de carbono no país, seguida pela agropecuária. 

O projeto Emergência Climática tem como foco a investigação jornalística das violações socioambientais decorrentes das atividades emissoras de carbono – da pecuária à geração de energia – bem como dos projetos de infraestrutura a elas associados – e a responsabilidade de empresas e governos. Também serão investigadas as falhas e equívocos de políticas públicas, a impunidade, os lobbies das corporações, o crime organizado, a exploração predatória, a pobreza e a fome que atingem as vidas das comunidades tradicionais, principais protagonistas dessa cobertura. 

Neste especial

Mais recentes

Mapa dos Conflitos

27 de abril de 2022

Ferramenta exclusiva lançada pela Agência Pública e CPT mapeia conflitos e dados socioambientais de todos os municípios da Amazônia Legal

Tabaco e saúde mental

18 de janeiro de 2022

Investigação revela como as famílias agricultoras do tabaco estão expostas a agrotóxicos que acarretam sofrimento mental, depressão e suicídio

Amazônia sem Lei

2 de dezembro de 2021

Este especial investiga quem está por trás da destruição da maior floresta tropical do mundo e traz reportagens sobre violência relacionada à regularização fundiária, demarcação de terras e reforma agrária na Amazônia Legal e no Cerrado