O comportamento do Presidente deixou de ser tão somente hilário, passou a ser criminoso e ofensivo a vida de milhares de cidadãos.

Resumo do pedido

O pedido de impeachment feito por João Pedro Bória Caiado de Castro, atualmente recolhido em penitenciária paulista, é escrito à mão em papel pautado. Ele denuncia Bolsonaro por “concorrer para que se perpetre crime contra a segurança interna” de acordo com os artigos 4º e 8 ºLei nº 1.079/50 da Constituição e pelo art. 267 do Código Penal.

João Pedro elenca uma série de ações de Bolsonaro que justificam sua denúncia: ocultar estar doente e interagir com a população sem máscara; apoiar movimento contra os poderes legislativo e judiciário com aglomeração, fomentando a disseminação da epidemia; não agir em momento oportuno para fechamento de fronteiras; e levar a erro de comportamento da população ao minimizar a pandemia. 

“O comportamento do Presidente deixou de ser tão somente hilário, passou a ser criminoso e ofensivo a vida de milhares de cidadãos. As ‘piadinhas’ infames e omissões, bem como comportamentos absurdos e criminosos necessitam de resposta.”

Ao final, pede que a Câmara tome as providências cabíveis. Não elenca testemunhas para caso seu pedido seja aceito.

Avise o Congresso que você quer acompanhar essa proposta 60

Pedido 0019 na íntegra