Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Tag: checagem

Conteúdo mais recente

Alerta! Perigo!

Aumento no uso de carvão mineral. Que medo, Afonso Hamm!

28 de agosto de 2015 | por

“O mundo todo utiliza carvão mineral para 41% da geração elétrica; e o Brasil, menos de 2%. Então, nós temos espaço [para crescer].” – Afonso Hamm (PP-RS), deputado federal, durante evento em que foi reinstalada a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Carvão Mineral, na terça-feira (25)

Correto, mas falta contexto

Campanha financiada por pessoas físicas: Tá certo mas peraí, Érika Kokay!

28 de agosto de 2015 | por

“Tenho orgulho de ter a minha campanha financiada por pessoas físicas.” – Érika Kokay (DF), vice-líder do PT na Câmara, na quinta-feira (27), durante bate-boca com parlamentares na CPI dos Fundos de Pensão

Exagerado, distorcido ou discutível

Juros do Brasil são os mais altos do mundo? Não é bem assim, Álvaro Dias!

28 de agosto de 2015 | por

“De acordo com estudo realizado, a taxa de juros do Brasil é de 14,25%. Em conformidade com esse estudo, descontada a inflação dos últimos 12 meses, a taxa de juros reais no Brasil está em 4,92%. É a maior do mundo.” – Álvaro Dias (PSDB-PR), no plenário, na terça-feira (25)

Correto, mas falta contexto

Avanço das obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco: Tá certo mas peraí, Fátima Bezerra!

28 de agosto de 2015 | por

“Quero dizer da nossa alegria de, ao lado da presidenta Dilma, que está dando continuidade à obra, termos inaugurado essa primeira fase [do Projeto de Integração do Rio São Francisco]. São 77,8% das obras já construídas.” – Fátima Bezerra (PT-RN), senadora, no plenário, na terça-feira (25)

Exagerado, distorcido ou discutível

Salário para militares de R$ 642? Não é bem assim, Bolsonaro!

28 de agosto de 2015 | por

“Quero lamentar, por outro lado, a irresponsabilidade deste governo federal, que paga a esses recrutas [do serviço militar obrigatório], a título de salário bruto, R$ 642, uma importância abaixo do salário mínimo.” – Jair Bolsonaro (PP-RJ), no plenário, na terça-feira (25)

Desafio público

Novo modelo de financiamento da saúde? Truco, José Guimarães!

28 de agosto de 2015 | por

“Pessoalmente, sou favorável a uma nova forma de financiamento da saúde, mas o governo nunca discutiu isso ou a CPMF.” – José Guimarães (PT-CE), líder do governo na Câmara, em entrevista a jornalistas, na quinta-feira (27)

Exagerado, distorcido ou discutível

Legalização das drogas. Não é bem assim, delegado!

21 de agosto de 2015 | por

“Caso o Poder Judiciário interfira nos poderes, no poder desta Câmara, desta Casa, deste deputado, de fazer a legislação, caso eles interfiram neste poder nosso, nós vamos legislar e proibir, em defesa da família brasileira, sem dúvida nenhuma, a legalização de qualquer tipo de droga. Temos que pensar nas famílias e nas pessoas de bem neste país.” – Delegado Waldir (PSDB-GO), deputado federal, no plenário, na quarta-feira (19)

Exagerado, distorcido ou discutível

Criminalidade de crianças e adolescentes. Não é bem assim, Torgan!

21 de agosto de 2015 | por

“Há 25 anos que o Estatuto [da Criança e do Adolescente] aí está, e só aumentou a criminalidade contra a criança e o adolescente e pela criança e pelo adolescente.” – Moroni Torgan (DEM-CE), deputado federal, no plenário, na quarta-feira (19)

Número de estudantes formados. Blefe, Fátima!

21 de agosto de 2015 | por

“O Brasil formava, em 2003, em torno de 500 mil estudantes. Em 2014, já graduamos mais de 1,1 milhão de estudantes.” – Fátima Bezerra (PT-RN), senadora, no plenário, na terça-feira (18)

Perrella e permissões das lotéricas. Blefe!

21 de agosto de 2015 | por

“A continuidade desses serviços [das casas lotéricas] é importante e ficará sensivelmente prejudicada caso todas as permissões em vigor, ao arrepio da lei, sejam licitadas novamente.” – Zezé Perrella (PDT-MG), senador, no plenário, na terça-feira (18)

Exagerado, distorcido ou discutível

Setor automotivo e empregos. Não é bem assim!

14 de agosto de 2015 | por

“O setor automotivo é um dos que mais empregam no nosso país, principalmente na região de São Paulo, na região do ABC [paulista], onde tem as grandes montadoras.” – Luiz Lauro Filho (PSB-SP), deputado federal, em entrevista à Rádio Câmara, na segunda-feira (10)

Exagerado, distorcido ou discutível

Crise e agricultura. Não é bem assim, Ana Amélia!

14 de agosto de 2015 | por

“O único setor que está dando respostas positivas [à crise] é o da agricultura.” – Ana Amélia (PP-RS), senadora, no plenário, na terça-feira (11)

Login para aliados

Participe e seja aliado.

Fechar