Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Tag: fact-checking

Conteúdo mais recente

Ângela e os homicídios entre jovens. Zap!

20 de outubro de 2015 | por

“Os índices de mortes por armas de fogo são em média duas vezes maiores entre pessoas de 15 e 29 anos”, afirmou Ângela Portela (PT-RR), senadora, no plenário, na segunda-feira (19)

Correto, mas falta contexto

Perondi e o TPP. Tá certo, mas pera aí!

16 de outubro de 2015 | por

“No último dia 5, segunda-feira, Estados Unidos, Japão e mais dez países, incluindo três da América Latina, assinaram um acordo multilateral extraordinário, o Tratado Trans-Pacífico, abrangendo 40% da economia mundial, e o Brasil ficou fora de novo.” - Darcísio Perondi (PMDB-RS), deputado federal, na quarta-feira (14), no plenário

Exagerado, distorcido ou discutível

Mendonça Filho e a blindagem de Cunha: Não é bem assim!

15 de outubro de 2015 | por

“Ninguém vai ser blindado por nenhum partido de oposição”, disse Mendonça Filho (PE), deputado federal e líder do DEM, na quarta-feira (14)

Ataídes e desemprego. Blefe!

2 de outubro de 2015 | por

“Se nós pegarmos os trabalhadores que estão procurando emprego e que dentro de 30 dias não conseguirem achar emprego, eles saem das estatísticas de desempregados para desalentados. Hoje, nós temos 9,3 milhões de trabalhadores no seguro-desemprego. Ele é considerado empregado também nessa estatística. E os ‘nem-nem’, que nem estudam nem trabalham, são 10 milhões. Isso significa que hoje nós temos não 8,6 milhões de trabalhadores desempregados: nós temos 29,5 milhões de trabalhadores desempregados.” – Ataídes Oliveira (PSDB-TO), senador, na quarta-feira (30), no plenário

Cunha e vetos. Não é bem assim!

2 de outubro de 2015 | por

“Não queremos obstruir a apreciação de qualquer tipo de veto. Eu defendi a manutenção dos vetos.” – Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, na quinta-feira (1º)

Exagerado, distorcido ou discutível

Aécio e lotéricas: Não é bem assim!

2 de outubro de 2015 | por

“Retirar destas famílias as condições de elas, que investiram e se qualificaram, continuarem atuando no setor [das lotéricas] seria, dentre tantos, mais um gesto nefasto deste governo.” – Aécio Neves (PSDB-MG), senador, na terça-feira (29), no plenário

Guimarães e aprovação de Dilma. Blefe!

2 de outubro de 2015 | por

“Sobe aprovação ao governo Dilma! Somados ótimo e regular temos 30% de aprovação!” – José Guimarães (PT-CE), líder do governo na Câmara, na quarta-feira (30), no Twitter

Contraditório

Eduardo Cunha e contas na Suíça. Parlamentar em crise!

2 de outubro de 2015 | por

“Não vou cair em armadilhas. Cada detalhe que eu falar, em qualquer situação, são detalhes que vão (…) [gerar] cada hora mais polêmica.” - Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, na quarta-feira (29), ao não responder pergunta sobre se tinha contas bancárias no exterior, no Valor Econômico

Exagerado, distorcido ou discutível

Gussi e o Estatuto da Família. Não é bem assim!

25 de setembro de 2015 | por

“O Supremo Tribunal Federal usurpou competência constitucional ao inovar [sobre esse tema], ao arrepio da letra da Constituição da República, que prevê justamente que família é constituída por homem e mulher.” – Evandro Gussi (PV-SP), deputado federal, na quinta-feira (24)

Falso

Serraglio e terras indígenas. Blefe!

25 de setembro de 2015 | por

“Dizem que [a proposta] é inconstitucional porque fere a separação dos poderes, pois a demarcação [de terras indígenas] caberia ao Executivo. Sabe o que está escrito na Constituição? Que cabe ao Legislativo delimitar os bens da União. E o que são bens da União? As reservas indígenas.” – Osmar Serraglio (PMDB-PR), deputado federal, na quarta-feira (23)

Exagerado, distorcido ou discutível

Cunha e indicação de ministros. Não é bem assim!

25 de setembro de 2015 | por

“Toda a bancada é próxima a mim, mas não terei qualquer participação em indicações para ministérios.” – Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, na quarta-feira (23)

Renan e composição do governo. Parlamentar em crise!

25 de setembro de 2015 | por

“Tive a oportunidade de dizer à presidente que considero incompatível a participação do presidente do Congresso nessas conversas para definição de participação do PMDB no governo.” – Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Congresso, em entrevista ao jornal O Globo, na terça-feira (22)