Em vídeo às mulheres, Helder Barbalho aumenta número real de lares chefiados por elas

Pesquisa do DIEESE aponta que, no estado do Pará, há 817.277 mil domicílios chefiados apenas por mulheres.

Mulheres

Guilherme Guerreiro Neto, Moises Sarraf
2 minutos

“Também faz parte da dura realidade das mulheres paraenses a falta de oportunidade no mercado de trabalho. Vale dizer que um milhão delas sustentam a família”, Helder Barbalho (MDB), em vídeo postado em sua página no Facebook, dia 12 de setembro.

Em vídeo intitulado “Cartas às Mulheres do Pará”, o candidato ao governo do estado afirma que um milhão de mulheres mantém financeiramente as suas famílias. Divulgada próximo ao Dia das Mães deste ano, a pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (DIEESE-PA) aponta um número menor: são 871.277 mil domicílios chefiados apenas por mulheres no estado. O estudo tem como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a metodologia levou em consideração a relação entre o número de mulheres líderes de domicílios e a população dos estados. 

Em vídeo intitulado “Carta às Mulheres”, Helder apresenta suas propostas para o segmento, mas aumenta os números reais (Foto: reprodução).

Perguntamos à assessoria do candidato qual a fonte utilizada na declaração, mas não obtivemos resposta. Assim, o Truco nos Estados, projeto de checagem de fatos da Agência Pública cujo parceiro no Pará é o Portal Outros400, classificou a declaração como ‘exagerada’.

O número do DIEESE-PA indica a quantidade expressiva de mães que cuidam sozinhas das despesas da casa. Cerca de 871 mil mulheres são as únicas na família que provêm renda, a maioria com baixa remuneração. Como agravante, considera-se, ainda, que 52,91% destas mulheres ganhavam, em 2016, apenas a quantia de até um salário mínimo de remuneração máxima mensal.

Ainda segundo a mesma pesquisa, em análise dos índices absolutos, o estado é o que mais apresenta mulheres chefiando famílias em toda a região Norte. Entretanto, na distribuição percentual em relação ao número de domicílios, o Amapá lidera essa posição.

Procurada para comentar a classificação do Truco nos Estados, a equipe de Helder Barbalho não se pronunciou até o fim da checagem.

Temer não fechou a base flutuante em Óbidos e a Polícia Federal ainda atua no município
Márcio Miranda - DEM
Temer não fechou a base flutuante em Óbidos e a Polícia Federal ainda atua no município

Entreposto logístico na região amazônica, Óbidos teve a atuação da PF reduzida com o fechamento da base flutuante de Candiru. Ainda assim, a polícia possui contingente no município.

Falso, Helder: não houve impedimento ambiental para içar navio naufragado em Barcarena
Helder Barbalho - MDB
Falso, Helder: não houve impedimento ambiental para içar navio naufragado em Barcarena

Navio Haidar que naugrafou com quase 5 mil bois aguarda andamento da licitação para ser retirado do fundo do rio Pará, no porto de Vila do Conde

Márcio Miranda diz que até 3 mil caminhões cruzam Belém diariamente, mas órgãos de trânsito não confirmam o dado
Márcio Miranda - DEM
Márcio Miranda diz que até 3 mil caminhões cruzam Belém diariamente, mas órgãos de trânsito não confirmam o dado

Em entrevista à rádio Unama FM, o candidato usou a circulação de caminhões na capital paraense para justificar a implantação de um projeto logístico na cidade

PA Candidatos - Pará