Agência de Jornalismo Investigativo

O Copa Pública lança concurso cultural para que você (e não publicitários ou a Fifa) sugira um nome para o mascote da Copa

21 de setembro de 2012

Há poucos dias, após a divulgação do nome da bola que rolará nos campos durante a Copa de 2014 no Brasil – Brazuca – a Fifa divulgou os possíveis nomes do tatu-bola, sugerido por agências de publicidade e aprovados pelo departamento jurídico da Fifa como mascote da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

As opções, “Amijubi”, “Fuleco” e “Zuzeco”, que agora seguem para votação popular, parecem ter causado indignação geral.

Nas redes sociais, os nomes já ganharam versões carinhosas como “Furreco”, “Fuleiro” e “Amijubi” – ops, este é assim mesmo. Sobre ele, as piadas são a respeito da origem, a junção das palavra “amizade” e “júbilo”. Um tuiteiro disparou: “Ainda bem que não lembraram de caráter e trabalho”.

Como a Fifa não nos deixará saída a não ser chutar a Brazuca e nomear nosso tatu com uma destas pérolas, o Copa Pública resolveu abrir um concurso cultural para que você escolha um nome para o mascote que seja, digamos, mais coerente com a realidade dos brasileiros e com os preparativos para a Copa no Brasil. O jornalista britânico Andrew Jennings, parceiro da Pública, dá a sua dica: “deve ser algo que tire um sarro da nova dirigência da CBF”.

Posts antigos do Copa Pública são ótimas inspirações.

O concurso

Você tem até o dia 30 de setembro para enviar suas sugestões, quantas quiser, para o e-mail: promo@apublica.org. Após uma pré-seleção, realizada pela equipe da Pública, as 10 sugestões mais criativas de nomes seguirão para votação popular na nossa página no Facebook. O resultado final sairá no dia 9 de outubro.

Os autores dos dois nomes mais votados ganharão um exemplar do livro “Jogo Sujo – O Mundo Secreto da Fifa: Compra de Votos e Escândalos de Ingressos”, de Andrew Jennings, com autógrafo e dedicatória do autor . E os oito finalistas ganharão um exemplar do livro “Plantados no Chão”, que denuncia os assassinatos de lideranças sociais no Brasil, da jornalista Natalia Viana. Além de fama e notoriedade, claro. Bora? Já está valendo!

O blog Copa Pública é uma experiência de jornalismo cidadão que mostra como a população brasileira tem sido afetada pelos preparativos para a Copa de 2014 – e como está se organizando para não ficar de fora.

Comentários

Mais recentes

Uma ativista perseguida no governo Macri

18 de Janeiro de 2018 | por

Líder da Tupac Amaru, importante organização social da Argentina, Milagro Sala está presa em condições ilegais por crimes que não cometeu segundo organizações internacionais de direitos humanos

“Licitação de Dória traz muitos pontos duvidosos”, diz especialista em transporte

17 de Janeiro de 2018 | por

Em entrevista à Pública, o geógrafo Oliver França Scarcelli examina criticamente o novo edital para a concessão do serviço de ônibus em São Paulo

Sorteio do Supremo é caixa preta

16 de Janeiro de 2018 | por

STF não detalha procedimentos que definem o sorteio de processos entre ministros; levantamento de dados da última década revela equilíbrio, mas não há como descartar possíveis manipulações

Explore também

Museum of Yesterday

29 de julho de 2017 | por

"Stamos em pleno Mar"

Violência legalizada

18 de dezembro de 2014 | por

Depois da cair com a implantação das UPPs no Rio de Janeiro, número de mortes cometidas por policiais volta a crescer no estado

Exagerado, distorcido ou discutível

Juros do Brasil são os mais altos do mundo? Não é bem assim, Álvaro Dias!

28 de agosto de 2015 | por

“De acordo com estudo realizado, a taxa de juros do Brasil é de 14,25%. Em conformidade com esse estudo, descontada a inflação dos últimos 12 meses, a taxa de juros reais no Brasil está em 4,92%. É a maior do mundo.” – Álvaro Dias (PSDB-PR), no plenário, na terça-feira (25)