Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Natalia Viana

Codiretora e editora

Natalia Viana é jornalista há 20 anos, diretora e co-fundadora da Agência Pública e Jornalismo Investigativo. É autora e co-autora de quatro livros sobre violações direitos humanos: Plantados no Chão (Conrad, 2007), Jornal Movimento, uma Reportagem (Manifesto, 2010) e Habeas Corpus: Que Se Apresente o Corpo (Secretaria de Direitos Humanos, 2010) e o e-book O Bispo e Seus Tubarões, sobre o impeachment de Fernando Lugo no Paraguai (Agência Pública, 2013). Como repórter e editora, venceu diversos prêmios de jornalismo,  entre eles o Prêmio Vladimir Herzog de Direitos Humanos (2005/2016), o prêmio Comunique-se (2016/2017), o Prêmio Trofeu Mulher Imprensa (2011/2013) e o prêmio Gabriel García Márquez (2016). Em 2016, foi a jornalista brasileira mais premiada. Em 2019, sua série Efeito Colateral, sobre civis mortos pelo Exército, foi finalista do prêmio Shining Light Award, da Rede Global de Jornalistas Investigativos.

Em 2018, foi reconhecida como empreendedora social da rede Ashoka e passou a integrar o Conselho Reitor da Fundação Gabriel García Márquez. Escreve colunas de opinião para o site El Diario, na Espanha.

CHAVE PGP A697CBC1D5109E76


Mais recentes

A aliança da Lava Jato com a Transparência Internacional

14 de setembro de 2020 | por , , e

ONG internacional teve acesso à minuta do contrato que tratava da fundação que administraria a verba da Petrobras antes dele ser assinado; diretor sugeriu que MPF estivesse fora do conselho, mas Dallagnol o ignorou

Quem são os agentes do FBI que atuaram na Lava Jato

2 de julho de 2020 | por , e

Entre policiais que têm até página no LinkedIn e outros com nomes genéricos e desconhecidos, o que se sabe sobre os 13 agentes que participaram das investigações para o governo americano em solo brasileiro

O FBI e a Lava Jato

1 de julho de 2020 | por , e

Diálogos vazados mostram proximidade entre PF, procuradores e o FBI no caso da Lava Jato, incluindo “total conhecimento” das investigações sobre a Odebrecht

El FBI y Lava Jato

1 de julho de 2020 | por , e

Los diálogos filtrados muestran la proximidad entre los fiscales brasileños y el FBI en el caso Lava Jato, incluida una reunión oculta del gobierno con la entonces presidenta Dilma Rousseff

No Ministério da Justiça, Sergio Moro abriu as portas para o FBI

4 de maio de 2020 | por

Reuniões do alto escalão, apoio a uma unidade de vigilância na Tríplice Fronteira e compartilhamento de dados biométricos de cidadãos dos dois países demonstram aproximação

En el Ministerio de Justicia, Sérgio Moro le abrió las puertas al FBI en Brasil

4 de maio de 2020 | por

Reuniones de alto nivel, apoyo a una unidad de vigilancia en la Triple Frontera e intercambio de datos biométricos de ciudadanos de los dos países demuestran ese acercamiento

The FBI, the Fusion Center, and the Far Right: US creep in Brazil

4 de maio de 2020 | por

The report reveals meetings involving the representatives from other areas of the US Government, such as the Treasury, with the new Justice and Security Minister in the first weeks of his tenure, intended to “deepen Brazil’s legal cooperation with the United States”

Exclusivo: A desastrosa Operação do Exército que levou à morte de Evaldo Rosa

29 de abril de 2020 | por

Desconhecida até agora, Operação Muquiço efetivamente ocupou favela no Rio de Janeiro e teve legalidade questionada pelo Ministério Público Militar

A rede de Fake News que derrubou Mandetta

17 de abril de 2020 | por , , e

Investigamos quem são os aliados de Bolsonaro que ajudaram a espalhar desinformação sobre Coronavírus e isolamento social defendido pelo ex-ministro

Por coronavírus, Justiça Militar liberta jovens que foram vítimas de tortura em quartel do Exército

26 de março de 2020 | por

Acusados por crimes diferentes na Justiça comum e na Militar, jovens ficaram presos por mais de 500 dias sem condenação

Desde 2015, Lava Jato discutia repartir multa da Petrobras com americanos

12 de março de 2020 | por , , e

Diálogos vazados mostram que “asset sharing” da Petrobras deu o tom da cooperação bilateral com o Departamento de Justiça dos EUA

Como a Lava Jato escondeu do governo federal visita do FBI e procuradores americanos

12 de março de 2020 | por , , e

Deltan Dallagnol e Vladimir Aras não entregaram nomes de pelo menos 17 americanos que estiveram em Curitiba em 2015 sem conhecimento do Ministério da Justiça