Em homenagem ao aniversário da partida Brasil x Alemanha, a mostra denuncia outras derrotas sofridas pelos brasileiros em nome dos jogos

Em homenagem ao aniversário da partida Brasil x Alemanha, a mostra denuncia outras derrotas sofridas pelos brasileiros em nome dos jogos

5 de julho de 2016
18:43
Este texto foi publicado há mais de 6 anos.

Desde o seu nascimento em 2011, a Agência Pública se dedicou à cobertura investigativa dos megaeventos esportivos. Foram mais de 170 reportagens publicadas sobre a Copa e as Olímpiadas no site da Agência Pública e estas foram reproduzidas pelos seus mais de 70 republicadores.

Para comemorar o encerramento deste ciclo, a Casa Pública inaugura no dia 9 de julho a “7 x 1 – Cinco anos de cobertura investigativa dos megaeventos”, uma mostra multimídia que propõe criar um novo modo de visualização deste rico acervo de informações, desta vez, fora da internet.

A mostra, cujo o nome lembra o placar da partida Brasil x Alemanha na Copa do Mundo de 2014, procura denunciar outras derrotas que a população sofreu durante os preparativos para sediar os jogos.

via GIPHY

“7 x 1” será inaugurada com um dia de eventos na Casa Pública. A programação contará com duas Conversas Públicas. Às 16h Andrea Dip e Alexandre Di Maio conversam sobre a produção de sua história em quadrinhos “Meninas em Jogo”, reportagem que investiga uma rede de prostituição de jovens no Ceará antes da Copa.

Às 19h o repórter Lúcio de Castro e o jornalista Vinicius Konchinski, que escreve sobre Olimpíadas para o UOL, serão entrevistados por Ciro Barros, repórter da Pública.

[relacionados]

Entre um evento e outro o público irá transitar pela exposição “7 x 1”, na qual será possível navegar pelo mundo das reportagens da Pública e interagir com as nossas matérias.

Um dos destaques será a experiência interativa “Megaeventos: o universo paralelo”. Manchetes de reportagens da Pública serão projetadas em uma parede branca, dando a impressão de que estão flutuando pelo espaço. O público então poderá usar um controle remoto para navegar por elas, como num videogame.

A Casa Pública também ganhará uma salinha de cinema onde será possível assistir mini documentários da série Copa Pública. O jornalista britânico Andrew Jennings, que se tornou o “inimigo número um da Fifa”, será homenageado na exposição, celebrando uma larga trajetória cobrindo corrupção na FIFA e no Comitê Olímpico Internacional (COI).

A recuperação da memória das casas que foram demolidas em nome da Olimpíada também serão tema de duas intervenções artísticas feita para a exposição pela colombiana Olga Lúcia Lozano. As peças de arte faz parte do primeiro laboratório transmídia da Casa Pública, que investiga as remoções forçadas.

Para fechar a programação de julho, a Casa Pública começa a hospedar a partir do dia 14, os jornalistas do programa Residências Públicas. A primeira edição do programa selecionou seis jornalistas do Quênia, Equador, Chile, França e Itália para cobrir a Olimpíada.

Fique ligado no que vem por aí!

Precisamos te contar uma coisa: Investigar uma reportagem como essa dá muito trabalho e custa caro. Temos que contratar repórteres, editores, fotógrafos, ilustradores, profissionais de redes sociais, advogados… e muitas vezes nossa equipe passa meses mergulhada em uma mesma história para documentar crimes ou abusos de poder e te informar sobre eles. 

Agora, pense bem: quanto vale saber as coisas que a Pública revela? Alguma reportagem nossa já te revoltou? É fundamental que a gente continue denunciando o que está errado em nosso país? 

Assim como você, milhares de leitores da Pública acreditam no valor do nosso trabalho e, por isso, doam mensalmente para fortalecer nossas investigações.

Apoie a Pública hoje e dê a sua contribuição para o jornalismo valente e independente que fazemos todos os dias!

Mais recentes

Saiba quem é e o que disse o policial legislativo do Senado investigado por atos golpistas

3 de fevereiro de 2023 | por

Alexandre Hilgenberg é servidor desde 1996; no dia 8 de janeiro ele pediu apoio a invasão do Congresso em suas redes

Parlamentares participam de sessão na Câmara dos Deputados

As igrejas que dominam a nova ala evangélica na Câmara

2 de fevereiro de 2023 | por

Assembleia de Deus, Batista e IURD reúnem 58% dos 93 parlamentares evangélicos empossados na atual Legislatura

Agricultor Neri Gomes de Souza mostra sua plantação no assentamento Roseli Nunes

Agrotóxicos colocam em risco produção agrofamiliar em assentamento no Mato Grosso

2 de fevereiro de 2023 | por e

Relatório aponta contaminação da água de rios, poços, chuva e até caixa d'água da escola por 10 tipos de agrotóxicos