Agência de Jornalismo Investigativo

Curta-metragem de animação conta a história de Luis Cardona, sequestrado durante uma investigação jornalística

18 de janeiro de 2017

“Soy el número 16” é um curta-metragem de animação, no qual o jornalista mexicano Luis Cardona narra seu sequestro e a tortura sofrida durante uma investigação jornalística.

Debruçado sobre o sequestros de 15 jovens no centro Casas Grandes, em Chihuahua, México, Cardona foi o 16 sequestrado. A história envolve agentes do governo e narcotraficantes. 

A animação pretende ser a primeira de uma série sobre defensores de direitos humanos e jornalistas. “Soy el número 16” foi finalista da categoria inovação do Prêmio Gabriel García Márquez 2016.

O trabalho foi dirigido por Rafael Pineda “Rapé” e Leopoldo Hernández e publicado originalmente no site mexicano Pie de Página.

A seguir, o vídeo com as legendas em português.

Soy el numero 16 from Agência Pública on Vimeo.

[relacionados]

Mais recentes

Os eleitos

22 de janeiro de 2019 | por

Pesquisador do Iser e pastor da igreja batista explica em entrevista à Pública as razões religiosas e políticas para a aproximação do governo Bolsonaro com Israel

A tropa de choque de Bolsonaro no Congresso

21 de janeiro de 2019 | por e

Representantes da velha política e estreantes, acusados e réus em processos, maçons e ex-policiais se misturam na nova bancada do PSL

Governo liberou registros de agrotóxicos altamente tóxicos

18 de janeiro de 2019 | por e

Entre eles está o Sulfoxaflor, liberado nos últimos dias do ano passado, que já foi acusado de exterminar as abelhas nos EUA

Explore também

"Rio vive momento macabro" diz diretor do documentário Distopia::021

21 de agosto de 2012 | por

Assista ao filme independente que mostra como os preparativos para os megaeventos têm mudado a vida dos cariocas e como a população reage

Celso Amorim: “Para quem viveu os tempos da ditadura, essa prioridade absoluta da segurança interna é preocupante”

19 de fevereiro de 2018 | por

Em entrevista, ex-ministro da Defesa critica tratamento a imigrantes venezuelanos e diz que intervenção no Rio é política e não militar

Procurador investiga denúncia de maus tratos na Arena Amazônia

7 de fevereiro de 2012 | por

Trabalhadores do estádio que sediará jogos da Copa denunciaram a empresa Andrade Gutierrez por maus tratos e humilhações. Leia entrevista com o procurador que cuida do caso