Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

O evento será realizado nos dias 18, 19 e 20 de outubro na Fundição Progresso com programação ampliada e convidados internacionais

7 de agosto de 2019
15:59
Este texto foi publicado há mais de 1 ano.

O Festival 3i – Jornalismo Inovador, Inspirador e Independente cresceu. O conselho curador do festival, que já contava com sete organizações, agora é composto por 13 veículos nativos digitais brasileiros. ((o))eco, Congresso em Foco, ÉNois, Marco Zero Conteúdo, Poder360 e Projeto #Colabora juntam-se a Agência Lupa, Agência Pública, Jota, Nexo, Nova Escola, Ponte e Repórter Brasil para organizar o festival. Neste ano, o Festival 3i será realizado nos dias 18, 19 e 20 de outubro no Rio de Janeiro.

O evento também ficou maior: desta vez, o Festival 3i será realizado na Fundição Progresso, com mais lugares disponíveis. Os ingressos começam a ser vendidos online no dia 19 de agosto. Outra novidade é que o festival terá três dias de duração, um inteiramente dedicado à realização de workshops dados pelas organizações do conselho curador e também pelos patrocinadores do evento. Como sempre, convidados internacionais que estão inovando nos seus meios estarão presentes.

O Festival 3i tem como parceiro desde sua fundação o Google News Initiative. Para a edição de 2019, o evento anuncia também uma parceria com o Facebook.

“O Festival se torna maior e mais representativo da nova geração de meios digitais que estão causando uma verdadeira revolução do cenário jornalístico brasileiro”, comenta Natalia Viana, codiretora da Agência Pública, e secretária executiva do Festival 3i.

Para a edição de 2019, o conselho do 3i está preparando uma palestra de abertura para a sexta-feira, dia em que serão realizados os workshops e oito mesas de debate — quatro no sábado e quatro no domingo — sobre os desafios mais atuais do jornalismo, com exemplos de experiências inovadoras.

“Como sempre, o Festival é internacional, e traremos algumas das melhores cabeças que estão inovando e trazendo soluções para problemas de quem faz jornalismo no nosso tempo — vale para as redações nativas digitais e também para quem está em veículos tradicionais e está interessado nas novidades tecnológicas”, conta Natalia. A programação do Festival 3i será divulgada no dia 19 de agosto, quando for iniciada a venda dos ingressos.

A primeira edição do Festival 3i foi em 2017, também no Rio de Janeiro, teve convidados como a americana Claire Wardle, diretora do First Draft News; a vencedora do prêmio Pulitzer Angie Holan, do Politifact, o maior site de checagem do mundo; Daniel Valencia, do premiado site El Faro de El Salvador e o ator Gregório Duvivier, que apresenta o Greg News no canal HBO, primeiro jornal satírico da tevê brasileira.

Em 2018, o 3i viajou pelo Brasil em edições menores, com apenas um dia de duração. As edições regionais do 3i foram realizadas em Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife, sempre em parceria com universidades.

Seja aliada da Pública

Quer saber como nossos repórteres descobriram estas injustiças? Doe para a Pública e ajude a lançar um novo podcast com bastidores das nossas reportagens.

Mais recentes

Fabricante alemã de armas Sig Sauer quer produzir no Brasil em parceria com a Imbel, ligada ao Exército

24 de setembro de 2020 | por e

Flexibilizações e agenda pró-armas do governo fazem do Brasil um mercado promissor para empresas estrangeiras; observadores alertam para desregulamentação de um setor que implica a vida e a morte da população

Debate sobre cristofobia é estratégico para candidaturas ultraconservadoras, avalia pesquisador

22 de setembro de 2020 | por

Ao citar termo na ONU, Bolsonaro adianta estratégia eleitoreira, aponta teólogo Ronilso Pacheco; religiões de matriz africana sofrem mais perseguição, mas não foram mencionadas pelo presidente

“É cruel”: professores relatam de aulas on-line com 300 alunos a demissões por pop-up

22 de setembro de 2020 | por

Em meio à pandemia, milhares de docentes foram demitidos de universidades privadas em São Paulo e relatam precarização e depressão