Podcast quinzenal da Agência Pública se junta ao primeiro coletivo de podcasts feitos exclusivamente por jornalistas

Podcast quinzenal da Agência Pública se junta ao primeiro coletivo de podcasts feitos exclusivamente por jornalistas

29 de janeiro de 2021
10:00
Este texto foi publicado há mais de 1 ano.

O Pauta Pública, podcast quinzenal da Agência Pública, é o mais novo integrante da Rádio Guarda-Chuva, rede de podcasts feito por jornalistas. A produção agora vai contar com uma vinheta que identifica a rede e com recomendações dos podcasts parceiros, como Finitude, de Juliana Dantas e Renan Sukevicius, Rádio Escafandro, de Tomás Chiaverini,  Põe na Estante, de Gabriela Mayer, Budejo e Vida de Jornalista, apresentado por Rodrigo Alves.

O Pauta Pública segue com apresentação dos editores e repórteres da Pública Andrea Dip e Thiago Domenici, que a cada episódio conversam com um jornalista sobre reportagens que nos ajudam a entender esses tempos tão complexos.  

A entrada do Pauta Pública na Rádio Guarda-Chuva é uma forma de consolidar a produção e aumentar sua visibilidade entre as pessoas que já estão acostumadas a ouvir podcasts jornalísticos. A Rádio Guarda-Chuva foi criada em 2019, a partir do encontro de três podcasts produzidos por jornalistas e funciona como um selo de qualidade para guiar os ouvintes. Além de ser uma rede de produtores de podcasts, a Rádio Guarda-Chuva também se envolve na criação de alguns produtos em áudio, como o Giro Latino, um podcast sobre notícias da América Latina, o Vala de Perus, em parceria com o Instituto Vladimir Herzog, que narra a descoberta de um cemitério clandestino em São Paulo.

Desde setembro de 2020, o Pauta Pública traz quinzenalmente conversas com repórteres da Pública e de outras redações sobre reportagens que ajudam a compreender o Brasil. Já passaram pelo podcast a co-diretora da Pública, Natalia Viana, entrevistada sobre as colaborações entre o FBI e a Lava Jato; o repórter Rubens Valente, que revelou o “Dossiê Antifascista” produzido pelo Ministério da Justiça com informações de centenas de servidores públicos; e a repórter Juliana Dal Piva, que investiga as “rachadinhas” e a família Bolsonaro. Além das entrevistas, o Pauta Pública traz sempre o Personagem da Semana, coluna assinada por Natalia Viana, um giro pela redação da Agência Pública e o quadro “A boa do povo”, com dicas culturais dos apresentadores e entrevistados. O Pauta Pública é realizado com o apoio de mais de 1.500 Aliados, que contribuem mensalmente com o trabalho da agência.

Precisamos te contar uma coisa: Investigar uma reportagem como essa dá muito trabalho e custa caro. Temos que contratar repórteres, editores, fotógrafos, ilustradores, profissionais de redes sociais, advogados… e muitas vezes nossa equipe passa meses mergulhada em uma mesma história para documentar crimes ou abusos de poder e te informar sobre eles. 

Agora, pense bem: quanto vale saber as coisas que a Pública revela? Alguma reportagem nossa já te revoltou? É fundamental que a gente continue denunciando o que está errado em nosso país? 

Assim como você, milhares de leitores da Pública acreditam no valor do nosso trabalho e, por isso, doam mensalmente para fortalecer nossas investigações.

Apoie a Pública hoje e dê a sua contribuição para o jornalismo valente e independente que fazemos todos os dias!

Mais recentes

TRE desaprova prestação de contas de Rosângela Moro, eleita deputada federal

9 de dezembro de 2022 | por

"Inconsistências graves" representam mais de 30% dos gastos de campanha, diz parecer da área técnica

Suspeito de agredir mulher em ato contra Estatuto do Nascituro participa de atos golpistas

8 de dezembro de 2022 | por e

Alex Sandro Viana está entre os bolsonaristas acampados em frente a um quartel do Exército em Brasília

Doadores bancaram R$ 8 milhões para eleição de políticos da tropa de choque bolsonarista

7 de dezembro de 2022 | por

Mapeamos os principais doadores de 30 dos deputados federais do PL mais alinhados com o bolsonarismo