Você ou alguém que conhece viveu uma situação de violência ou abuso sexual envolvendo o fundador das Casas Bahia, outro membro da família Klein ou um grande empresário? A Pública quer te ouvir

Você ou alguém que conhece viveu uma situação de violência ou abuso sexual envolvendo o fundador das Casas Bahia, outro membro da família Klein ou um grande empresário? A Pública quer te ouvir

15 de abril de 2021
06:00

A Agência Pública contou a história oculta do fundador das Casas Bahia, Samuel Klein — falecido em 2014. Conhecido como o “rei do varejo”, Klein teria usado seu poder como empresário bem sucedido para manter durante décadas um esquema de aliciamento de crianças e adolescentes para a prática de exploração sexual dentro da icônica sede da empresa, em São Caetano do Sul, além de outros locais em Santos, São Vicente, Guarujá e Angra dos Reis.

Você ou alguém que conhece viveu uma situação de violência, abuso ou exploração sexual envolvendo Samuel, outro membro da família Klein, ou um grande empresário? Nós queremos te ouvir. 

Para enviar seu relato, responda o questionário abaixo, mande um email para participepublica@protonmail.com ou envie uma mensagem no WhatsApp para (11) 98886-9401. Nós garantimos que a sua identidade será protegida e as informações que você compartilhar conosco só serão publicadas com a sua permissão.

Que história você quer contar?

Seja aliada da Pública

Todos precisam conhecer as injustiças que a Pública revela. Ajude nosso jornalismo a pautar o debate público.

Mais recentes

Estão abertas as inscrições para as Microbolsas Alimentação e Mudanças Climáticas

17 de janeiro de 2022 | por

Agência Pública, Idec e Cátedra Josué de Castro vão distribuir seis bolsas de R$ 8 mil para repórteres investigarem a relação entre alimentação e mudanças climáticas

Depressão, ansiedade e suicídios: a realidade dos que plantam tabaco no Brasil

Depressão, ansiedade e suicídios: a realidade dos que plantam tabaco no Brasil

17 de janeiro de 2022 | por , e

Exposição a agrotóxicos traz sofrimento mental e esgotamento de famílias agricultoras que garantem ao país a liderança mundial no mercado de exportação de fumo