20 de maio de 2015
16:30
Este texto foi publicado há mais de 5 anos.

Agência Pública e a organização Artigo 19 obtiveram acesso a 537 contratos de demanda firme assinados pela Sabesp com empresas que consomem muita água no Estado de São Paulo. Esses contratos oferecem às empresas uma lógica contrária à do consumidor comum: quanto maior o uso médio de água, maior o desconto oferecido pela Sabesp.

Os contratos, publicados nesta base de dados, fazem parte de uma investigação do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (Gaema) do Ministério Público Estadual sobre a crise hídrica.

Aqui os cidadãos poderão averiguar quais são as condições dos contratos, os descontos na conta e verificar se o prédio onde trabalham, a sua igreja ou time de futebol estão usando muita água. Para ver as informações e os documentos, basta selecionar o nome da empresa abaixo. A ferramenta também permite buscar os clientes por nome. Basta clicar na seta do menu dropdown.

Contratos

Mínimo de duas letras.
dataanosvolume (m3/mes)valor (BRL)tarifa (BRL/m3)volume por ano
A pesquisa atual não dá resultados.

Leia também a nossa reportagem sobre os dados.

Baixe aqui a tabela com os dados sobre os contratos (os dados de consumo estão em m3).

E aqui você consegue baixar todos os contratos em PDF

Leia mais: Sabesp censura contratos de grandes consumidores

Leia mais: Em 2014, Sabesp vendeu água do Cantareira com desconto

Leia mais: Água destinada a empresas aumenta 92 vezes em 10 anos

Seja aliada da Pública

Que tal participar da luta contra as fake news sobre coronavírus? Apoie a Pública. A sua contribuição se transforma em jornalismo sério e corajoso, com impactos reais.

Mais recentes

Pequenas cidades brasileiras têm mais de 10 mil mortes por coronavírus

9 de julho de 2020 | por , e

Quase metade dos municípios com menos de 100 mil habitantes já registra mortes por Covid-19; maioria não tem sequer um leito de UTI e depende de cidades maiores

Atenção repórteres: buscamos pautas sobre mineração no Brasil

8 de julho de 2020 | por

A Agência Pública e o Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineração vão distribuir quatro bolsas de 7 mil reais para repórteres produzirem reportagens investigativas

Regulamento: Microbolsas Mineração

8 de julho de 2020 | por

Saiba como se inscrever e as normas do concurso