Agência de Jornalismo Investigativo

“Fazer oposição é fiscalizar os atos do Executivo, denunciar as condutas criminosas desse governo, exigir transparência e combater as mentiras do governo petista. Esse é o papel da oposição.” – Carlos Sampaio (SP), líder do PSDB na Câmara, no plenário, na quarta-feira (12)

14 de agosto de 2015

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), discursou sobre as funções da oposição na quarta-feira, em discurso no plenário. Entre as atribuições ele não incluiu apresentar propostas para o país ou votar de acordo com os projetos que podem beneficiar a população brasileira.

Perguntamos:

– O papel da oposição se resume a votar contra o governo?

– A oposição não deve tentar melhorar as políticas públicas?

– O PSDB aposta no ‘quanto pior, melhor’?

– O que o PSDB tem feito para colaborar com o país?

O deputado não respondeu ao Truco.

O líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), em sessão no plenário da Câmara.
O líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), em sessão no plenário da Câmara. Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Explore também

Exagerado, distorcido ou discutível

Homossexualidade como opção. Não é bem assim, Stefano Aguiar!

11 de setembro de 2015 | por

“Cabe à pessoa querer ser gay ou querer deixar de ser gay, assim como cabe à pessoa procurar ou não um profissional para ajudá-la em suas decisões.” – Stefano Aguiar (PSB-MG), deputado federal, no plenário, terça-feira (8)

Exagerado, distorcido ou discutível

Os impostos no Canadá são como no Brasil?

30 de junho de 2016 | por

Senador do PSB também afirmou que a educação é gratuita, a saúde e os serviços públicos funcionam no país norte-americano e não há miséria. Será?

Marina Silva (Rede) lança a campanha Nem Dilma Nem Temer, em 2016

Marina Silva usa dados falsos e imprecisos em discurso

19 de dezembro de 2017 | por , e

Ex-ministra do Meio Ambiente fez afirmações incorretas sobre problemas brasileiros ao anunciar pré-candidatura à Presidência

Mais recentes

Vídeo falso diz que eleições de 2014 foram fraudadas

27 de outubro de 2018 | por

Vídeo de suplente de deputada coloca em dúvida eleições de 2014 com dados irreais e um "especialista" não identificado

Em economia, Bolsonaro cita dados falsos e Haddad subestima e acerta

26 de outubro de 2018 | por , e

Em 4 frases checadas, presidenciável do PSL usou informações falsas; já Haddad citou número inferior ao real e fez uma afirmação correta

Alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal realizam atividades: candidatos têm propostas distintas para a área

Haddad exagera e Bolsonaro erra em frases sobre educação

26 de outubro de 2018 | por e

Números foram superestimados por candidato do PT, enquanto presidenciável do PSL citou informações falsas