Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Contra as provas, um reconhecimento

28 de março de 2019

No julgamento de Igor Barcelos, a justiça ignorou provas e o álibi de que ele não poderia estar em dois lugares ao mesmo tempo e o condenou a mais de 15 anos de prisão

Há dois anos e cinco meses Igor Barcelos Ortega, hoje com 21 anos, está preso. Condenado a mais de 15 anos de prisão o rapaz, sem antecedentes criminais, foi acusado de participar de roubo e de tentativa de latrocínio contra um policial militar, em Guarulhos.

José Cícero da Silva/Agência Pública
Igor Barcelos Ortega foi acusado de participar de roubo e de tentativa de latrocínio contra um policial militar

A reportagem da Pública acompanhou a angústia da família e revela neste vídeo os detalhes da história que levou a sua condenação. Segundo a defesa de Igor, a justiça não considerou provas que indicariam a inocência do rapaz.

A condenação de Igor é um dos casos acompanhados pelo Innocence Project Brasil, associação sem fins lucrativos criada em dezembro de 2016 voltada a enfrentar condenações de inocentes no país. O grupo é parte da Innocence Network, rede que conta com 57 organizações espalhadas pelos Estados Unidos e outras 14 ao redor do mundo, e que, desde 1992, já conseguiu reverter a condenação de 350 inocentes.

Login para aliados

Participe e seja aliado.

Fechar