Buscar
Agência de jornalismo investigativo
Da Redação

Defesa de Arthur Lira faz nova investida contra Agência Pública

Podcast e coluna sobre reportagem censurada foram retirados do ar a pedido da justiça

Da Redação
11 de janeiro de 2024
13:44

Há quatro meses a Agência Pública foi obrigada pela Justiça a retirar do ar reportagem publicada em junho de 2023 sobre o presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira (PP-AL). Agora, em uma nova investida da defesa do deputado, a Justiça nos obrigou a tirar do ar mais dois conteúdos que repercutiam a reportagem: o episódio número 78 do podcast Pauta Pública e a coluna de nossa diretora-executiva, Marina Amaral, publicada no dia 24 de junho de 2023.

A decisão monocrática que determinou a remoção da reportagem em setembro de 2023 foi proferida pelo desembargador Alfeu Gonzaga Machado, da 6ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.  

A reportagem censurada trazia novas acusações da ex-esposa do deputado federal, Jullyene Lins, sobre fatos graves que teriam ocorrido no ano de 2006 e que não foram analisados pelo STF.

Assim como todas as nossas matérias, a reportagem em questão foi feita com base em documentos judiciais e fontes que deram seu depoimento sobre os fatos, teve propósito informativo e de interesse público, sem qualquer ofensa a quem quer que seja. 

Da mesma forma, os conteúdos retirados do ar neste mês de janeiro tinham o objetivo de repercutir e divulgar a reportagem para os públicos dos diferentes canais da Agência Pública, estratégia que utilizamos frequentemente para disseminar nosso trabalho.

Em atenção à determinação da Justiça, retiramos o episódio 78 do Podcast Pauta Pública das plataformas de streaming, do Youtube e de nosso site, assim como suas divulgações nas redes sociais. Também retiramos do ar a coluna de Marina Amaral que comentava a reportagem. 

Mais uma vez, reiteramos a lisura da reportagem e repudiamos a censura e a violação da liberdade de imprensa, um preceito constitucional tão caro para as democracias.

Precisamos te contar uma coisa: Investigar uma reportagem como essa dá muito trabalho e custa caro. Temos que contratar repórteres, editores, fotógrafos, ilustradores, profissionais de redes sociais, advogados… e muitas vezes nossa equipe passa meses mergulhada em uma mesma história para documentar crimes ou abusos de poder e te informar sobre eles. 

Agora, pense bem: quanto vale saber as coisas que a Pública revela? Alguma reportagem nossa já te revoltou? É fundamental que a gente continue denunciando o que está errado em nosso país? 

Assim como você, milhares de leitores da Pública acreditam no valor do nosso trabalho e, por isso, doam mensalmente para fortalecer nossas investigações.

Apoie a Pública hoje e dê a sua contribuição para o jornalismo valente e independente que fazemos todos os dias!

apoie agora!

Quer entender melhor? A Pública te ajuda.

Faça parte

Saiba de tudo que investigamos

Fique por dentro

Receba conteúdos exclusivos da Pública de graça no seu email.

Artigos mais recentes