Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

“Uma das juventudes mais cooptadas [pelo terrorismo] está sendo a nossa. Já temos indícios e relatos de vários jovens brasileiros que estão sendo cooptados pelo Estado Islâmico.” – Alberto Fraga (DEM-DF), deputado federal, em entrevista à Rádio Câmara

7 de agosto de 2015
Exagerado, distorcido ou discutível
Exagerado, distorcido ou discutível

Não há dados que comprovem a frase do parlamentar. A Polícia Federal e o Ministério da Justiça disseram não poder se pronunciar sobre o número de brasileiros cooptados pelo Estado Islâmico. Isso porque não existem dados públicos sobre o assunto.

A denúncia de que jovens estavam sendo cooptados pelo grupo terrorista surgiu em uma reportagem do Estadão, publicada em março. A matéria cita relatórios secretos em que órgãos de inteligência teriam detectado algumas essas tentativas. O texto diz que dez brasileiros teriam aderido à organização. Uma audiência foi convocada na Câmara para debater o assunto em maio, mas a discussão acabou se concentrando no projeto que tipifica o crime de terrorismo.

No final do ano passado, outra reportagem, do Fantástico, alertou para o tema. Em um longo depoimento, uma mãe contou que seu filho, de 21 anos, se juntou ao Estado Islâmico. A família, contudo, vive na Bélgica há 24 anos. O rapaz, que também tem cidadania belga, teria sido cooptado na Europa.

O deputado Alberto Fraga não revelou a fonte da sua afirmação ao ser procurado pelo Truco no Congresso. “Basta entrar no Google para ver que a propaganda do Estado Islâmico é livre. Estou falando que o nosso jovem é muito procurado em virtude de algumas células que já foram identificadas em Foz do Iguaçu e algumas cidades da região do Paraná. E em cima de informações que eu não posso revelar de onde são”, disse. “As informações que a gente tem são sigilosas, não podem ser reveladas.” Ele afirmou, porém, não ter lido dados comparativos entre o número de jovens brasileiros cooptados e de outros países.

O deputado Alberto Fraga (DEM-DF), presidente da CPI da Lei Rouanet
O deputado Alberto Fraga (DEM-DF), presidente da CPI da Lei Rouanet. Foto: Antonio Augusto/Câmara dos Deputados

Comentários de nossos aliados

 Ver comentários

Esta é a área de comentários dos nossos aliados, um espaço de debate para boas discussões sobre as reportagens da Pública. Veja nossa política de comentários.

Carregando…
Você precisa ser um aliado para comentar.
Fechar
Só aliados podem denunciar comentários.
Fechar

Explore também

O senador Magno Malta (PR-ES), que defende que a vida começa na concepção.

PEC contra aborto usa argumento científico falso

20 de junho de 2017 | por

Magno Malta (PR-ES) diz que a ciência comprovou que a vida começa na concepção, mas especialistas contestam parlamentar

Verdades e mentiras sobre o pacotão de reajustes salariais

3 de junho de 2016 | por e

Correção de salários de servidores provocou intensa discussão na Câmara sobre quem eram os responsáveis pelo projeto e sobre o impacto nas contas públicas

Sessão em homenagem ao aniversário de 50 anos do PMDB

Blefes e meias-verdades na festa do PMDB

1 de abril de 2016 | por e

Na quarta-feira (30), um dia depois de romper com o governo, partido promoveu sessão solene na Câmara para celebrar seu aniversário de 50 anos; checamos quatro frases ditas na comemoração

Mais recentes

Vídeo falso diz que eleições de 2014 foram fraudadas

27 de outubro de 2018 | por

Vídeo de suplente de deputada coloca em dúvida eleições de 2014 com dados irreais e um "especialista" não identificado

Em economia, Bolsonaro cita dados falsos e Haddad subestima e acerta

26 de outubro de 2018 | por , e

Em 4 frases checadas, presidenciável do PSL usou informações falsas; já Haddad citou número inferior ao real e fez uma afirmação correta

Alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal realizam atividades: candidatos têm propostas distintas para a área

Haddad exagera e Bolsonaro erra em frases sobre educação

26 de outubro de 2018 | por e

Números foram superestimados por candidato do PT, enquanto presidenciável do PSL citou informações falsas

Login para aliados

Participe e seja aliado.

Fechar