Estamos em busca de profissionais para vagas de repórter, coordenador de redes sociais, assistente financeiro e estagiários de reportagem, comunicação e design; é possível participar até 31/03

Estamos em busca de profissionais para vagas de repórter, coordenador de redes sociais, assistente financeiro e estagiários de reportagem, comunicação e design; é possível participar até 31/03

17 de março de 2021
15:00

A Agência Pública está em busca de novos profissionais e estagiários para compor sua equipe. Estão abertas vagas para repórter, assistente financeiro, coordenador de redes sociais, estagiário de reportagem, estagiário de reportagem em Brasília, estagiário de comunicação e estagiário de design. Os interessados devem responder ao formulário de candidatura até o dia 31/03 (links abaixo).

O processo seletivo será realizado de forma remota. A seleção será concluída após a realização de testes e entrevistas com os pré-selecionados. Todos os inscritos serão avisados se foram ou não selecionados para as fases seguintes. 

No momento, a Agência Pública está trabalhando em home office por período indefinido. Futuramente o trabalho será presencial, exceto para a vaga de estágio de reportagem em Brasília. 

A Agência Pública é uma organização sem fins lucrativos que valoriza a diversidade de raça, gênero, classe e região do Brasil. Esses critérios serão levados em consideração no processo seletivo. Candidatos negros serão priorizados.

Para saber mais sobre cada uma das vagas e participar do processo seletivo, acesse os links abaixo:

Seja aliada da Pública

Todos precisam conhecer as injustiças que a Pública revela. Ajude nosso jornalismo a pautar o debate público.

Mais recentes

Brasileiros indocumentados não encontram onde morar e vivem de doações nos EUA

Brasileiros indocumentados não encontram onde morar e vivem de doações nos EUA

27 de outubro de 2021 | por

2021 bate recorde em número de brasileiros tentando atravessar a fronteira entre EUA e México; aumento de fluxo afeta a busca por trabalho e encarece o aluguel

“Ataque aos índios não veio agora”, diz procurador da 1ª condenação por genocídio no país

“Ataque aos índios não veio agora”, diz procurador da 1ª condenação por genocídio no país

26 de outubro de 2021 | por

Luciano Mariz Maia, que atuou na primeira condenação por genocídio no Brasil, comenta pedido de indiciamento do presidente Jair Bolsonaro, descartado pela CPI do Senado

A crise dos indígenas Avá-Guarani desterrados por Itaipu

A crise dos indígenas Avá-Guarani desterrados por Itaipu

25 de outubro de 2021 | por

Em meio à miséria e à tentativa de retomada do território, os suicídios de jovens indígenas aumentam a emergência social da etnia que vive às margens do rio Paraná