Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Marina Amaral

Codiretora

Marina Amaral é jornalista desde 1984 com passagens pelas redações da Folha de S. Paulo, revista Globo Rural, TV Record e TV Cultura. A partir de 1997, passou a atuar no jornalismo independente, participando da fundação da Revista Caros Amigos, da qual foi repórter especial e editora executiva até 2007. Nesse período conquistou um Prêmio Herzog pelo conjunto de reportagens publicadas em Caros Amigos (1998) e uma menção honrosa em conjunto com o jornalista João de Barros (2004). Entre 2008 e 2009, coordenou uma equipe de 13 jornalistas em levantamento inédito sobre Direitos Humanos no Brasil, a pedido da Secretaria Nacional de Direitos humanos e atuou como repórter no livro “Jornal Movimento, uma reportagem”. Desde 2011 é diretora e co-fundadora da Agência Pública.


Mais recentes

“Não tem mais mundo pra todo mundo”, diz Deborah Danowski

5 de junho de 2020 | por

A filósofa, que pesquisa há anos “a quebra da relação do homem com o mundo”, diz que a pandemia foi “uma pancada”, mas a sociedade ainda não percebeu a extensão e a urgência do colapso ecológico, em parte pela ação dos negacionistas financiados pela elite

“A alternativa ao isolamento é muito mais gente morrer, não tem outra”

16 de abril de 2020 | por

A bióloga e pós-doutora em microbiologia, Natália Pasternak, lembra que não há ainda nenhum medicamento para tratar o coronavírus e que relaxar o isolamento seria decretar a morte de muitas pessoas por falta de condições para tratá-las

A cloroquina não é a bala de prata que o Bolsonaro diz

13 de abril de 2020 | por

Especialistas em indústria farmacêutica ouvidos pela Pública acreditam em uma nova droga contra o coronavírus e pedem a suspensão de patentes durante a pandemia para garantir o acesso dos brasileiros a medicamentos e vacinas

Safatle: “Bolsonaro se acha capaz de esconder os corpos”

6 de abril de 2020 | por

Em entrevista à Pública, o filósofo Vladimir Safatle afirma que, no Brasil, combate à pandemia passa por uma “mobilização de forma horizontal” da população em direção ao impeachment do presidente

Bolsonaro thinks he can hide the bodies

6 de abril de 2020 | por

The Brazilian state could organize an effective response to the COVID-19 pandemic – but not with Jair Bolsonaro as president, argues Vladimir Safatle, a philosopher and professor at the Universidade de São Paulo

“Bolsonaro cree que podrá ocultar los cuerpos”

6 de abril de 2020 | por

En una entrevista con Agencia Pública, el filósofo Vladimir Safatle afirma que, en Brasil, combatir la pandemia implica una "movilización horizontal" de la población hacia la destitución del presidente

Amor e revolução

31 de março de 2020 | por

Aos 80 anos, Angela Mendes de Almeida conta sua busca pela verdade sobre a morte do companheiro assassinado aos 23 anos pela ditadura, o jornalista Luiz Eduardo Merlino

Profissionais de saúde: “ou a gente se cuida, ou adoece”

27 de março de 2020 | por , , , , , , , , e

Profissionais do SUS enfrentam o coronavírus no corpo a corpo e reivindicam testes, equipamentos de proteção, e informação por parte de gestores e autoridades

O governador, a censura e “a raça em extinção”

31 de janeiro de 2020 | por

Codiretora da Pública, Marina Amaral, relembra a cobertura do massacre do Carandiru, em outubro de 1992

Aumento de mortalidade no país está diretamente ligado a corte de verbas no SUS

14 de novembro de 2019 | por

Em entrevista à Pública, o médico Gastão Wagner, doutor em saúde pública e ex-presidente da Abrasco, diz que redução de expectativa de vida nos últimos cinco anos é consequência do teto de gastos públicos

Lula: “Esse discurso das hienas não foi feito pra vocês, foi feito pros milicianos dele”

30 de outubro de 2019 | por e

Em entrevista exclusiva à Pública, Lula fala de Bolsonaro, Amazônia, Rede Globo, eleições 2020 e diz "O PT tem que fazer prevalecer a sua vontade e decidir quem vai ser candidato"

Dário Kopenawa: “São 20 mil garimpeiros explorando a nossa casa”

8 de agosto de 2019 | por

Liderança yanomami denuncia o garimpo ilegal de ouro, ameaças e danos ambientais no território em Roraima; governo Bolsonaro pretende legalizar a mineração em terras indígenas