Agência de Jornalismo Investigativo

Caio Castor

Fotógrafo e videomaker, atuou como freelancer para veículos de comunicação que abordam violações de direitos humanos. Contribuiu para El País Brasil, Carta Capital, Viomundo, Le Monde Diplomatique Brasil e Ruptly. Também faz parte da Agência Pavio.


Mais recentes

Depois que o fogo apaga

18 de junho de 2018

Raquel Rolnik: “O bolsa-aluguel é o verdadeiro combustível para novas ocupações”

7 de junho de 2018 | por

Em entrevista à Pública, a urbanista e professora da USP criticou a atual política de habitação de São Paulo