Agência de Jornalismo Investigativo

O Futuro da Amazônia

Série de jornalismo de dados sobre a educação de crianças e jovens na região norte. Afinal, para entender qual será o futuro da Amazônia é preciso olhar para as pessoas.

Neste especial

Como anda a educação na Amazônia

2 de julho de 2012 | por

A Pública inaugura hoje uma série de jornalismo de dados sobre a educação de crianças e jovens na região norte. Afinal, para entender qual será o futuro da Amazônia é preciso olhar para as pessoas

UM ORGULHO RARO

2 de julho de 2012 | por

Na esteira da Rio+20 a Pública investiga o futuro da Amazônia a partir do elemento sempre esquecido do debate: o humano. Esta série de reportagens vai verificar como anda a educação na região norte a partir de jornalismo de dados.

Corrupção e educação na Amazônia

9 de julho de 2012 | por

Na segunda reportagem da série, a Pública estudou as auditorias realizadas pela Controladoria Geral da União na região Norte, analisando apenas problemas com verbas para Educação. Há casos graves de má gestão, desvio de verbas e dinheiro aplicado irregularmente

Infográfico Interativo – Educação e Corrupção

9 de julho de 2012 | por

Na segunda reportagem da série, a Publica estudou as auditorias realizadas pela Controladoria Geral da União na região Norte. Veja o infográfico interativo

Má gestão + corrupção = nota baixa

16 de julho de 2012 | por

Na terceira reportagem da série, a Pública investiga a corrupção e má gestão na educação a partir de um caso específico: o Pará, estado cujo crescimento econômico contrasta com o mau desempenho das escolas e dos alunos

No Pará, desvio de verba leva a educação ruim

16 de julho de 2012 | por

Na terceira reportagem de série, a Pública busca a relação entre corrupção e má gestão na educação a partir de um caso específico: o Pará, estado cujo crescimento econômico contrasta com o mau desempenho das escolas e dos alunos

O dinheiro sumiu da escola; e a educação também

1 de setembro de 2012 | por

Pública foi ao Pará em busca dos investimentos destinados à educação . Encontrou salas em ruínas, alunos sem livro, caderno, merenda e até sem aula.

"Eu quero estudar", diz Iara, empregada doméstica desde os 14 anos

1 de outubro de 2012 | por

Famílias do interior do Pará enviam filhas para estudar em Belém, onde trabalham como empregadas domésticas. Mas o serviço vira cativeiro e elas mal conseguem ir à escola

Mais recentes

Baía 360

14 de maio de 2018

Uma série de videorreportagens em Realidade Virtual

Coleção Particular

27 de novembro de 2017

Produto do quarto LAB realizado na Casa Pública, este especial transmidia investiga o roubo de espaços públicos por agentes privados - muitas vezes com a conivência de governos.

Amazônia resiste

7 de novembro de 2017

O projeto “Amazônia Resiste” é uma ampla investigação jornalística da Agência Pública sobre a resistência indígena em vários pontos da maior floresta tropical do mundo.

Truco!

Mesmo atrasado, projeto da avenida João Paulo II não custou R$ 86 mi por quilômetro

23 de outubro de 2018

Cálculo feito pelo candidato Helder Barbalho (MDB) não é correto, dizem especialista em planejamento e Núcleo de Gerenciamento do Transporte Metropolitano, responsável pela obra.

Em ranking de bancos de 2017, Banpará esteve entre líderes

23 de outubro de 2018

A classificação consta no Anuário Finanças Mais publicado em 2017. No entanto, o levantamento mais recente mudou a metodologia e o Banco do Estado do Pará não é considerado no ranking geral.

Certo, Anastasia: PIB de Minas e do Brasil eram bem melhores em 2010

22 de outubro de 2018

Anastasia acerta cenário econômico há 8 anos, quando governou o estado após a saída de Aécio Neves; Lula era presidente

Explore também

Microbolsas de Reportagem – 2a. Edição

24 de junho de 2013

Investigações realizadas através do Concurso de Microbolsas de Reportagens.

Indústria Brasileira de Armas

28 de janeiro de 2012

Série Especial que investiga o papel do Brasil como exportador de armas leves.

WikiLeaks – Spy Files

4 de setembro de 2013

Informações coletadas pelo WikiLeaks e compartilhadas com a Agência Pública mostram que diretores das maiores empresas do ramo teriam visitado países campeões em violações de direitos humanos como Omã, Malásia e Guiné Equatorial.