Agência de Jornalismo Investigativo

Durante três meses, nossos repórteres buscaram desvendar a trilha de investimentos do BNDES em projetos de infraestrutura na Amazônia. Veja as principais descobertas nesta animação

9 de dezembro de 2013

Cerca de 44% do que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financia está completamente às escuras. E mais da metade do que o BNDES envia para o exterior é completamente sigiloso. É assim que o banco lida com a transparência, embora o dinheiro seja público, vindo, por exemplo, do Tesouro Brasileiro e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), do Ministério do Trabalho e Emprego.

Em 2012, o BNDES emprestou 156 bilhões de reais desse dinheiro público. Foi em busca do que acontece com esse dinheiro que nossa equipe levantou, durante três meses, os investimentos em infraestrutura na Amazônia, onde essas obras geram gritantes  impactos sociais e ambientais.  Leia abaixo as reportagens da série.

As informações coletadas também serviram de base para o desenvolvimento da plataforma interativa BNDES na Amazôniauma parceria da Pública com O Eco.

AS PEGADAS DO BNDES NA AMAZÔNIA. Parceria entre Agência Pública e O Eco vai mapear o aumento dos investimentos do BNDES em projetos de infraestrutura na região. Obras financiadas pelo banco são acusadas de disfarçar impactos ao meio ambiente, populações indígenas e trabalhadores.

BNDES NA AMAZÔNIA: 17 DOS 20 MAIORES INVESTIMENTOS TÊM AÇÕES DE MPS. Levantamento da Agência Pública e O Eco revela problemas com estudos de impacto ambiental, falta de diálogo com comunidades e abusos contra trabalhadores nas obras financiadas pelo banco

TRABALHADORES REFÉNS EM OBRAS BILIONÁRIAS NA AMAZÔNIA. Mortes no Maranhão, trabalhadores forçados por soldados da Força Nacional a permanecerem em canteiro de obras em Belo Monte. Acusados de violar direitos trabalhistas, megaempreendimentos recebem financiamento do BNDES

DOIS REPÓRTERES NA PISTA DOS BILHÕES DO BNDES. Durante três meses, nossa equipe buscou desvendar a trilha de investimentos em projetos de infraestrutura na Amazônia. A conclusão: 44% do que o BNDES financia está completamente às escuras

BNDES, PARA EXPORTAÇÃO. Em nome da internacionalização, financiamentos do BNDES a empreiteiras brasileiras no exterior cresceram 1185% em dez anos segundo estudo do Ibase. Odebrecht é líder

PAN-AMAZÔNIA À BRASILEIRA. Obras negociadas pelo BNDES na Amazônia sul-americana incluem hidrelétrica com rachaduras, gasoduto com vazamentos e rodovia que estremeceu a presidência da Bolívia.

 

A AMAZÔNIA QUE O BNDES FINANCIA. Pela lei de acesso à informação, a Pública obteve 43 contratos do BNDES com grandes corporações nacionais para empreendimentos na Amazônia. Leia e baixe aqui os documentos

 

Mais recentes

“O tempo do Judiciário é incompatível com qualquer tempo do ser humano”

17 de agosto de 2018 | por

Ex-ministra do STJ Eliana Calmon afirma que faltou a Lava Jato chegar ao Poder Judiciário e que CNJ se transformou em um órgão de controle que não funciona

Truco nos Estados

15 de agosto de 2018 | por

Acompanhe nossa cobertura das eleições governamentais. São 31 jornalistas checando os candidatos a governador em 7 estados!

No Pará, famílias expulsas pela Vale agora brigam contra a Hydro

15 de agosto de 2018 | por

Para apostar na agricultura tradicional, comunidade do Tauá enfrentou a vigilância de drones, destruição das casas e poluição tóxica

Explore também

Manifestantes protestam contra a PEC 241 no durante reunião da comissão especial da Câmara

| De olho | Câmara tenta acelerar votação da PEC 241

9 de outubro de 2016 | por

Governo Temer mobiliza deputados para aprovar proposta de ajuste em contas públicas e terá prova de fogo com base aliada

Operação Flexão: a mais incompetente trama da história do FBI?

20 de agosto de 2012 | por

Saiba como o FBI infiltra falsos terroristas na comunidade islâmica para planejar atentados. Até mesmo um atrapalhado marombeiro de 113 kg com ares de Vin Diesel

Uma pena, duas medidas

17 de julho de 2017 | por

Enquanto as mulheres com filhos pequenos lutam para obter a prisão domiciliar, direito previsto por lei, presos da Lava Jato gozam desse benefício sem amparo da legislação penal