Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

De quais bancadas da Câmara fazem parte os deputados da comissão que irá votar o parecer sobre o afastamento ou não de Dilma Rousseff? Veja no infográfico produzido pelo Truco no Congresso

5 de abril de 2016
09:00
Este texto foi publicado há mais de 4 anos.

A Agência Pública analisou a que bancadas pertencem cada um dos 65 deputados da comissão que vai analisar o parecer sobre o impeachment de Dilma Rousseff. O resultado? A campeã é a bancada das empreiteiras – mais da metade dos deputados da comissão estão nessa bancada. Em seguida vêm as bancadas de parentes, empresarial, agropecuária e evangélica. Veja a que interesses estão ligados os parlamentares no infográfico abaixo. (Leia também: As bancadas da Câmara)

Número de deputados da comissão de impeachment que participam das bancadas

infografico-bancadas-da-comissao

Muitas vezes, os deputados que participam de uma bancada fazem parte também de outras. Mapeamos qual a relação entre as bancadas a partir dos deputados da comissão de impeachment.

Distribuição dos deputados que participam de mais de uma bancada

empreiteiras

parentes

empresarial

agropecuaria

evangelica

mineracao

sindical

saude

bola

bala
dh

Leia também: As bancadas da Câmara

Seja aliada da Pública

Bom jornalismo é remédio contra o autoritarismo. Quer defender a democracia? Doe mensalmente para a Pública.

Mais recentes

Metodologia dos dados utilizados nas reportagens

27 de janeiro de 2021 | por

Metodologia das reportagens do especial Amazônia Irrespirável

Com coronavírus, período de queimadas na Amazônia tem 28 mil hospitalizações por problemas respiratórios

27 de janeiro de 2021 | por , , e

Levantamento inédito revela que os incêndios não só bateram recorde mas dificultaram o diagnóstico de Covid-19 no ano que marcou a trágica combinação de queimadas e pandemia na Amazônia

Sufocados pela fumaça, cercados pelo coronavírus

27 de janeiro de 2021 | por

No Mato Grosso e Pará, a junção de duas tragédias confundiu os profissionais da saúde e a população sobre a origem dos sintomas respiratórios