Agência de Jornalismo Investigativo

Naira Hofmeister

Naira Hofmeister atua como freelancer desde 2006, sempre baseada em Porto Alegre. Ao longo de sua trajetória profissional cobriu o cotidiano social, político e econômico e escreveu reportagens de fôlego em mais de 30 veículos diferentes, no Brasil e no mundo. Também desenvolveu projetos de financiamento coletivo para o jornalismo independente no Rio Grande do Sul. Atualmente, além de produzir reportagens para veículos nacionais e internacionais como Agência Pública, El País, The Intercept e Mongabay, integra a redação da Revista Parêntese e do site Roger Lerina, publicações do Grupo Matinal Jornalismo, focado em informação local. Seu trabalho já foi reconhecido com o Prêmios de Direitos Humanos de Jornalismo, o Prêmio ARI, da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), e o Prêmio de Jornalismo da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Sul.


Mais recentes

Uma morte a cada quatro dias: povo Xikrin é o mais afetado pela Covid-19 no Pará

17 de junho de 2020 | por e

Desde o dia 22 de maio, sete indígenas morreram na Terra Indígena Xikrin do Cateté, onde há 270 casos positivos em uma população com menos de 2 mil pessoas, uma letalidade 40 vezes maior que a do Brasil

Sentenças de Sergio Moro na Lava Jato foram mais rápidas antes do impeachment de Dilma

17 de fevereiro de 2020 | por , e

Até a queda da petista, decisões do ex-juiz levaram menos da metade do tempo da Justiça Federal; depois da cassação, sentenças perderam velocidade

Com “Rouanet da segurança” empresários podem interferir na aplicação de recursos no RS

12 de setembro de 2019 | por e

Legislação inédita autoriza empresários a abater impostos em troca de armas e viaturas para as forças de segurança; recursos vão para áreas escolhidas por doadores

“A Vale continua a ver os índios como um entrave e um incômodo”

30 de julho de 2018 | por

O antropólogo Cesar Gordon avalia que mineradora não trata de maneira adequada as questões relacionadas aos Xikrin

Indígenas Xikrin abrem nova batalha judicial contra a Vale

30 de julho de 2018 | por

Etnia do sudeste do Pará processa mineradora por retirada de cobre em área de uso tradicional, corte irregular de castanheiras e poluição de rios que servem aldeias

Brasilianista busca revelações sobre ditadura em 100 mil documentos dos EUA

23 de maio de 2018 | por

Em visita a Porto Alegre, o pesquisador James Green, da Universidade Brown (EUA), fala do recém-descoberto telegrama de Geisel e da relação do governo americano com a ditadura brasileira

‘The river is dead’: is a mine polluting the water of Brazil’s Xikrin tribe?

15 de maio de 2018 | por e

Federal courts are battling to shut down a nickel mining plant said to be contaminating the Cateté river – a charge the company denies

“A poluição do rio não é negociável”

7 de dezembro de 2017 | por

À frente da ação civil pública contra a Vale, o procurador Ubiratan Cazetta (MPF-PA) diz que indenizar os índios pela exploração minerária não exime a companhia de arcar com os impactos socioambientais de seus projetos

"Não se paga com milhões a morte de um rio"

7 de dezembro de 2017 | por e

A antropóloga Lux Vidal, professora emérita da USP e pioneira nos estudos sobre os Xikrin, diz que a atual contaminação do rio Cateté é a crise mais grave enfrentada pelo povo, que é cercado pela mineração da Vale

Quanto vale um Rio?

7 de dezembro de 2017

Quanto vale um rio?

5 de dezembro de 2017 | por e

Cercados por minas da Vale desde a ditadura, os Xikrin enfrentam agora a extração de níquel a 3 km da aldeia e a presença de metais pesados no Cateté

Nos tribunais, os Xikrin estão vencendo a Vale

23 de outubro de 2017 | por

Xikrin do Cateté paralisam a produção de níquel no Pará e aguardam indenização por danos causados pela operação da mina de Onça Puma; laudo aponta contaminação do rio que é o centro da vida nas aldeias