Agência de Jornalismo Investigativo

Nossa classificação

Selos

Truco conta com sete selos para classificar as informações checadas. Usamos uma personagem, a Coringa do baralho de cartas, com diferentes expressões e cores, para facilitar o entendimento. Veja quais são os selos e em que situações são aplicados:

Selos antigos

Até o dia 30 de julho de 2018, os selos abaixo eram utilizados nas checagens. Eles foram aposentados. Saiba mais sobre a mudança.

História

Na sua quarta fase, iniciada em fevereiro de 2017, o Truco ampliou o seu radar e passou a verificar afirmações de quaisquer personalidades públicas ou divulgadas na internet, sempre que for encontrada uma frase relevante e que paute o debate na sociedade.

Na nossa estreia, em agosto de 2014, verificamos as falas dos candidatos a presidente durante o horário eleitoral gratuito. Em agosto de 2015, passamos a fiscalizar o que diziam deputados federais, senadores e outras autoridades no Congresso Nacional, no projeto Truco no Congresso, encerrado em dezembro de 2016 e feito em parceria com o Congresso em Foco. Naquele ano, também checamos o discursos dos candidatos a prefeito na campanha eleitoral em cinco capitais – São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife (em parceria com a Marco Zero Conteúdo) e Belém (em parceria com o Outros 400).

Truco Eleições 2014 - Logo Truco Eleições 2014: Estreamos nas eleições de 2014, com a cobertura da campanha presidencial. Verificamos o discurso dos candidatos no 1º e 2º turnos
Truco no Congresso: De agosto de 2015 a dezembro de 2016, em parceria com o Congresso em Foco, analisamos o discurso dos parlamentares na Câmara e no Senado
Truco Eleições 2016: Verificamos o discurso dos candidatos a prefeito em cinco capitais: Belém, Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo