Buscar
Podcast

O Mapa dos Conflitos na Amazônia

Episódio de podcast detalha os dados sobre conflitos no campo da última década

Ouça agora:

Podcast
28 de abril de 2022
08:00
Este artigo tem mais de 1 ano

EP 10 O Mapa dos Conflitos na Amazônia

28 de abril de 2022 · Episódio de podcast detalha os dados sobre conflitos no campo da última década

0:00

Cerca de 34 ocorrências por semana. Essa é a média de conflitos registrados nas áreas rurais da Amazônia Legal nos últimos dez anos. O Mapa dos Conflitos, ferramenta exclusiva desenvolvida pela Agência Pública, faz um raio-x das áreas amazônicas que estão sob disputa, a partir de dados coletados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT) e bases de informação pública. As áreas que sofrem com queimadas têm mais conflitos? Qual a relação entre mineração e conflitos por água? E qual a conexão entre intoxicações por agrotóxicos e disputas por terra? 

O novo episódio do podcast Amazônia sem Lei responde essas perguntas através dos dados de 583 municípios, registrados no mapeamento. No programa, os repórteres Bruno Fonseca e Bianca Muniz detalham como foi possível identificar o contexto e as ameaças que coexistem em áreas já marcadas por conflitos rurais na Amazônia Legal. Para entender a relação entre desmatamento, mineração e violência no campo, escute o episódio completo em seu tocador favorito. 

Depois de ouvir

Para se aprofundar:

Navegue pelo mapa e conheça o contexto que envolve os 583 municípios afetados com conflitos rurais. Na plataforma você pode se aprofundar nos territórios sob disputa que registraram cerca de 7.800 ocorrências, com mais de 2 mil vítimas. 

Quem faz o podcast

A produção e roteiro são de Clarissa Levy 

A montagem é de Ricardo Terto

A narração é de Clarissa Levy e Ricardo Terto

A finalização de som é de Vitor Coroa

As artes são de Caco Bressane

A coordenação de redes sociais é de Ravi Spreizner

A coordenação geral é de Thiago Domenici

Precisamos te contar uma coisa: Investigar uma reportagem como essa dá muito trabalho e custa caro. Temos que contratar repórteres, editores, fotógrafos, ilustradores, profissionais de redes sociais, advogados… e muitas vezes nossa equipe passa meses mergulhada em uma mesma história para documentar crimes ou abusos de poder e te informar sobre eles. 

Agora, pense bem: quanto vale saber as coisas que a Pública revela? Alguma reportagem nossa já te revoltou? É fundamental que a gente continue denunciando o que está errado em nosso país? 

Assim como você, milhares de leitores da Pública acreditam no valor do nosso trabalho e, por isso, doam mensalmente para fortalecer nossas investigações.

Apoie a Pública hoje e dê a sua contribuição para o jornalismo valente e independente que fazemos todos os dias!

apoie agora!

Quer entender melhor? A Pública te ajuda.

Faça parte

Saiba de tudo que investigamos

Fique por dentro

Receba conteúdos exclusivos da Pública de graça no seu email.

Artigos mais recentes