Este livro conta a história do semanário Movimento, que circulou entre 1975 e 1981. Um jornal sem patrão, tocado pelos próprios jornalistas, que venceu a censura e promoveu a democracia em plena ditadura. Autores: Carlos Azevedo, Marina Amaral e Natalia Viana

Este livro conta a história do semanário Movimento, que circulou entre 1975 e 1981. Um jornal sem patrão, tocado pelos próprios jornalistas, que venceu a censura e promoveu a democracia em plena ditadura. Autores: Carlos Azevedo, Marina Amaral e Natalia Viana

15 de dezembro de 2011
19:11
Este texto foi publicado há mais de 9 anos.

Mais recentes

Filhos sem mães: como se viram as famílias com órfãos da Covid-19

2 de março de 2021 | por e

Um ano após o início da pandemia, familiares relatam como encaram o desafio de criar as crianças e adolescentes que perderam parentes diretos

O Mapa da cloroquina: como governo Bolsonaro enviou 2,8 milhões de comprimidos para todo o Brasil

1 de março de 2021 | por , , e

Região Norte recebeu mais de meio milhão de comprimidos, revelam dados obtidos pela Pública; Exército fechou R$ 1,5 milhão em contratos sem licitação para produzir cloroquina

Podcast: Meia Volta, Volver — Militares e Bolsonaro

26 de fevereiro de 2021 | por , e

O Pauta Pública recebe o jornalista Fabio Victor para conversar sobre a intensa e complicada relação entre militares e o governo Bolsonaro