Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Parte das informações divulgadas na carta do ex-executivo da Siemens foram publicadas por Gilberto Nascimento na Carta Capital em 2009

27 de agosto de 2013

Por uma falha de edição, a Pública cometeu uma omissão na matéria “O repórter que descobriu o whistleblower da Siemens”. Parte das denúncias contidas na carta do ex-executivo – sobre o cartel e o esquema de corrupção no metrô de São Paulo, envolvendo o governo estadual – já haviam sido publicadas pelo repórter Gilberto Nascimento na revista Carta Capital, em 2009.

A carta, porém, só foi publicada na íntegra em maio de 2012, em trabalho assinado por Bryan Gibel no site da UC-Berkeley, assim como a entrevista com a fonte.

O repórter Bryan Gibel cita que procurou a bancada legislativa do PT em São Paulo depois de conversar com jornalistas brasileiros; através do partido, chegou ao whistleblower, como relata na reportagem publicada em nosso site. Em comunicação com a Pública, ele confirmou ter conversado com o repórter Gilberto Nascimento após a leitura da matéria, que o ajudou, mas ele só chegou à fonte depois de frequentar por semanas a Assembleia Legislativa de SP.

Nascimento, porém, considera “uma inverdade” dizer que Gibel “descobriu” o whistleblower da Siemens. “Eu dei as dicas para ele (Bryan) porque ele estava fazendo uma trabalho de mestrado, não era concorrente, e não publiquei a carta inteira porque achei que não fazia sentido publicar anônimamente”, explica Gilberto.

O trabalho de mestrado, realizado por Bryan Gibel na UC-Berkeley, é, na verdade, também uma reportagem, uma vez que o encerramento do curso dirigido pelo jornalista investigativo Lowell Bergman, exige uma matéria jornalística, em vez da tradicional dissertação de mestrado, em sua conclusão. Gibel e Bergman também checaram na Siemens, à época, se a empresa havia recebido a carta, como ele explica na reportagem da Pública. Por isso, tinham as garantias de autenticidade do documento que faltava à época da matéria de Gilberto Nascimento na Carta Capital.

“A minha tese é fruto de mais de dois anos de investigação jornalística que eu fiz como parte do Programa de Jornalismo Investigativo na Universidade de Berkeley, sob a supervisão dos jornalistas da universidade. Ela foi retirada do site da universidade na semana passada por questões de privacidade de algumas das fontes mencionadas”, diz Bryan.

Siemens-é-suspeita-de-pagar-proprina-a-esquema-bilionário-do-metrô-de-SP-esquema-que-a-empresa-acabou-delatando-neste-ano.
Siemens é suspeita de pagar propina a esquema bilionário do metrô de SP esquema que a empresa acabou delatando neste ano

Confiante na boa-fé dos envolvidos, a Pública se desculpa por ter trazido polêmica para um assunto tão caro aos jornalistas: o “furo”. Reiteramos que todas as informações da reportagem de Bryan Gibel continuam corretas, tendo havido um equívoco de nossa autoria no olho (resumo) da reportagem, já corrigido por nós.

Seja aliada da Pública

Faça parte do nosso novo programa de apoio recorrente e promova jornalismo investigativo de qualidade. Doações a partir de R$ 10,00/mês.

Leia a matéria de Bryan Gibel aqui.

Comentários de nossos aliados

 Ver comentários

Esta é a área de comentários dos nossos aliados, um espaço de debate para boas discussões sobre as reportagens da Pública. Veja nossa política de comentários.

Carregando…
Você precisa ser um aliado para comentar.
Fechar
Só aliados podem denunciar comentários.
Fechar

Explore também

Andrew Jennings: O futebol brasileiro não deveria ir ao congresso de Blatter

4 de junho de 2015 | por

Para jornalista britânico, a Fifa está morta e enterrada. Agora é hora dos torcedores tomarem conta do futebol

Raquel Rolnik: “O bolsa-aluguel é o verdadeiro combustível para novas ocupações”

7 de junho de 2018 | por

Em entrevista à Pública, a urbanista e professora da USP criticou a atual política de habitação de São Paulo

Pública renova Conselho Consultivo

8 de setembro de 2017 | por

Criado logo após nossa fundação, grupo é formado por jornalistas experientes e lideranças do terceiro setor

Mais recentes

Podcast: Pequena África

20 de maio de 2019 | por e

Cultura negra é só samba? No segundo episódio de hoje do podcast Histórias Que Ninguém Te Conta você conhece os personagens da Zona portuária carioca que mantêm viva a herança cultural africana

Mais terras públicas para o mercado, menos áreas coletivas

17 de maio de 2019 | por

Retrocesso na reforma agrária soma-se ao avanço de titulação em assentamentos ambientalmente diferenciados; registro de títulos individuais explode a partir de 2017, em especial na Amazônia

Não há registro de entrada na Câmara para assessor de Bolsonaro investigado pela Justiça

16 de maio de 2019 | por , , e

Além de Nelson Alves Rabello, que teve sigilo bancário quebrado, Pública revela mais cinco assessores sem crachá de funcionários na Câmara; “Wal do Açaí” é uma delas. Agora são 11 os assessores do então deputado federal sem registro de entrada no Congresso

Login para aliados

Participe e seja aliado.

Fechar