Agência de Jornalismo Investigativo

Inauguramos o ano de 2018 com uma baita mudança: nosso novo site.

15 de janeiro de 2018

Foram quase doze meses de trabalho de nossa equipe com a designer Luiza Peixe e o desenvolvedor Babak Fakhamzadeh para construir o site que será a nova casa da Pública. Neste 15 de janeiro, o leitor vai poder conhecer o novo site, mais bonito e responsivo, com uma arquitetura condizente com as mudanças na nossa produção.

A partir de agora, nosso conteúdo será classificado de acordo com o gênero de jornalismo: reportagem, entrevista, crônica, checagem e jornalismo de dados são alguns deles. Todos os nossos autores agora têm uma página própria, com uma pequena biografia, redes sociais e contato, se for o caso. Fica mais fácil para o leitor interagir com os repórteres.

Melhoramos também a busca do site – sim, sabíamos que ela deixava muito a desejar – e integramos todos os nossos sites especiais ao conteúdo cotidiano. Agora, o leitor vai poder encontrar com muito mais facilidade nossas coberturas sobre a Amazônia, a Olimpíada, e nossos projetos com o WikiLeaks, por exemplo. Também criamos templates especiais para valorizar o conteúdo multimídia, em especial os vídeos, que têm se tornado um formato prioritário.

Outra novidade é a seção de “Ensaios Fotográficos”, criada para dar espaço a repórteres fotográficos que percorrem o mundo atrás de boas histórias. Inauguramos essa seção com um ensaio do carioca André Mantelli, que está no México participando do começo da campanha dos zapatistas à presidência do país, uma decisão inédita na história deste movimento.

Criamos, ainda, uma página de Transparência que detalha nossa política de financiamento, nossos principais financiadores e, claro, traz o nome de cada um dos leitores que nos apoiou nas três campanhas de crowdfunding – cerca de 3 mil pessoas.

Nas próximas semanas podem aparecer alguns probleminhas durante a navegação. Por isso, pedimos ao leitor que avise se encontrar algum bug, nos ajudando a deixar o site ainda mais pronto para este ano de 2018. Que, aqui na Pública, vai ser gigante. Teremos muitas novidades.

Mais recentes

A tropa de choque de Bolsonaro no Congresso

21 de janeiro de 2019 | por e

Representantes da velha política e estreantes, acusados e réus em processos, maçons e ex-policiais se misturam na nova bancada do PSL

Governo liberou registros de agrotóxicos altamente tóxicos

18 de janeiro de 2019 | por e

Entre eles está o Sulfoxaflor, liberado nos últimos dias do ano passado, que já foi acusado de exterminar as abelhas nos EUA

Registros de novas lojas de armas aumentaram mais de 1.000% em 15 anos

17 de janeiro de 2019 | por e

Novos registros concedidos pelo Exército para estabelecimentos comerciais foram de 16 em 2003 para 206 em 2018, segundo dados obtidos pela Lei de Acesso à Informação; maior concentração é na Região Sul do país

Explore também

Brasil na rota dos diamantes de sangue

1 de abril de 2011 | por

Para os representantes dos EUA, Ministério era “cego” a lacunas no processo de certificação de origem das pedras"

WikiLeaks: quem lucra com a espionagem digital

4 de setembro de 2013 | por , e

Nova publicação traz brochuras, contratos e metadados sobre os principais atores da indústria privada da vigilância global.