Buscar
Agência de jornalismo investigativo

Mais recentes

“Quanto mais adianto a obra, mais perto fico de ser removido”

Por

O operário Jaílson, que vive no entorno do Itaquerão, é símbolo das contradições da Copa: enquanto dá duro para acelerar as obras, corre o risco de ver sua casa no chão

Bomba brasileira na pele turca

Por ,

Enquanto o Itamaraty diz não poder investigar abusos com gás lacrimogêneo brasileiro da empresa Condor no exterior, Apex fomenta exportação

Quem dera ser um peixe

Por ,

Enquanto o Ceará sofre um dos períodos mais crueis de seca de todos os tempos, Governo do Estado investe R$ 285,7 milhões em aquário

O atentado de Boston e a “fábrica de terror” do FBI

Por

Como o FBI de Boston incentivou um terrorista lunático a seguir em frente com seu plano mirabolante, para depois prendê-lo

O beabá do código

Por

O guia da Pública de criptografia e outros recursos para proteger sua privacidade e escapar da vigilância online

Vídeo sobre remoções da Copa é exibido na ONU

Por

Comitês Populares da Copa denunciam violações ao Conselho de Direitos Humanos da ONU; assista e compartilhe aqui

Copa e direitos humanos – Infográfico animado

Por

Baseado nos dados do dossiê Megaeventos e Violação dos Direitos Humanos no Rio de Janeiro, a Pública preparou um infográfico animado. Veja.

Faça parte

Licitação do Maracanã agride interesse público, explica promotor

Por

Ministério Público tenta barrar PPP que privilegia empresas às custas dos cofres públicos e destrói equipamentos importantes para treinamento dos atletas

Olhar indigesto

Por ,

Memórias dos parentes de agentes da repressão revelam como os tentáculos da ditadura militar no Brasil chegaram às relações familiares

Dadá Maravilha: “Brasil não tem condições de falar em Copa”

Por

Ex-camisa 9 do Atlético-MG e do Internacional diz que futebol não é prioridade para ser bancado com dinheiro público e lamenta decadência técnica dentro de campo

Ríos Montt, o genocida

Por

Entenda como a Guatemala sentenciou seu ex-ditador por genocídio. É a primeira vez que esse tipo de crime é julgado por uma corte nacional

O Rio que viola Direitos Humanos

Por ,

Na segunda edição do dossiê “Megaeventos e Violações dos Direitos Humanos no Rio de Janeiro”, Comitê Popular da Copa mostra que há pouco o que comemorar
Fique por dentro

Receba conteúdos exclusivos da Pública de graça no seu email.