Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Quatro jornalistas do Ceará produziram um documentário completo sobre as manifestações em Fortaleza, Ceará, gravado nas ruas, no calor da hora. Assista aqui o video.

5 de agosto de 2013
09:00

Durante os meses de junho e julho, o Coletivo Nigéria, parceiro da Pública,  acompanhou as manifestações de rua em Fortaleza, Ceará, registrando depoimentos e cenas dos protestos. O resultado é esse documentário jornalístico, em que o narrador pouco interfere nos fatos, levando o espectador a conhecer todos os tipos de manifestantes, o que move cada um, e de que modo a violência – policial e/ou da sociedade – participa dessas manifestações.

vand

Um relato/reflexão realizado no calor da hora, em que a cronologia dos fatos, a variedade de ângulos e de entrevistados, e a sobriedade dos jornalistas, contribuem para criar um panorama completo das manifestações em Fortaleza, revelador para os que buscam compreender quem é e o que deseja essa juventude que está nas ruas das capitais brasileiras.

Assista aqui:

[relacionados]

Seja aliada da Pública

Faça parte do nosso novo programa de apoio recorrente e promova jornalismo investigativo de qualidade. Doações a partir de R$ 10,00/mês.

Mais recentes

Fogo, pistolagem e medo na fazenda 1.200 no Pará

15 de julho de 2019 | por

Conflito de terra que se arrasta há 13 anos vive escalada de violência em 2019; famílias foram atacadas a tiros e suas casas, queimadas

Tariq Ali: “Você olha para Sergio Moro e não vê a cara da Justiça”

11 de julho de 2019 | por

Escritor paquistanês diz que Moro é "enganador e corrupto" e conta sobre “Em defesa de Julian Assange”, livro que reúne textos de Noam Chomsky, Chelsea Manning, entre outros

Como o Facebook está patenteando as suas emoções

10 de julho de 2019 | por e

Nos últimos anos, a plataforma acelerou os registros de patentes relacionadas à modulação de reações emocionais dos usuários