Agência de Jornalismo Investigativo

José Medeiros

José Medeiros, 49 anos, atua como repórter fotográfico desde 1990. É freelancer de veículos da imprensa nacional como O Globo, UOL, Folha de S.Paulo e Estadão. Trabalhou em jornais de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Documentarista independente, tem projetos autorais, culturais e antropológicos dos povos tradicionais da Amazônia e Pantanal. Atualmente, desenvolve o projeto Pantanal+10 que tem como objetivo registrar o bioma durante dez anos ( 2020 – 2030), documentando os impactos ambientais na maior planície alagada do mundo. É autor dos livros “O Pantanal de José Medeiros” (editora Entrelinhas), 2014; e “Céu e Inferno em Terras Alagadas” (editora Origem), 2022.

Mais recentes

Exército fotografa tela de computador e jornalista da Agência Pública após perguntas

30 de junho de 2022 | por e

Fotografias foram tiradas pelas costas do jornalista após perguntas não respondidas por general em Atalaia do Norte (AM); exército não comentou episódio

Comitiva de parlamentares ouviu de lideranças indígenas que pessoas têm “alvo nas costas”

30 de junho de 2022 | por e

Em reunião com parlamentares, indígenas denunciam que órgãos federais como o Exército, Marinha, Polícia Federal, Ibama e Incra são ausentes do Vale do Javari

Presos acusados do assassinato de Bruno e Dom são levados de barco pela polícia civil e federal para o local do crime, a fim de reconstituir a ordem dos fatos.

Polícia reconstitui assassinato para testar versões de acusados e testemunhas

30 de junho de 2022 | por e

Mais de 20 policiais federais e civis, além de peritos criminais federais, estão envolvidos na reconstituição do assassinato de Bruno e Dom

Acusado de matar Bruno e Dom havia sido preso em 2019 com 200 munições de espingarda

29 de junho de 2022 | por e

Até aqui, acreditava-se que não havia registro policial de “Pelado” anterior aos assassinatos

Delegado Alex Perez, responsável pela investigação do caso Bruno e Dom

“Nada está descartado”: o que diz o delegado que preside o inquérito sobre Bruno e Dom

27 de junho de 2022 | por e

Delegado Alex Perez explica que uma segunda apuração poderá ser aberta e os indícios sobre um eventual mandante ainda são “poucos”

Dezenas de indígenas do Vale do Javari reunidos em frente a sede da Funai em Atalaia do Norte

“Se morrer um indígena no Vale do Javari, a gente vai reagir também”, diz líder kanamari

24 de junho de 2022 | por e

A Agência Pública acompanhou protesto na sede da Funai em Atalaia do Norte (AM) que incluiu cartazes contra o presidente do órgão indigenista e o governo federal

Funai de Brasília barrou Bruno durante a primeira fiscalização com indígenas no Javari

23 de junho de 2022 | por e

Em 2021, a entidade dos povos indígenas no Vale do Javari afirmou ao MPF que pessoas dentro da Funai queriam “acertar o Bruno e a Univaja” com medidas administrativas

“Nós não vamos ficar com medo”, diz líder indígena no Javari

21 de junho de 2022 | por e

Na sede da Univaja, indígenas homenagearam Bruno e Dom: “Não foi um índio que caiu, foi um branco. Mas esse cara era nosso companheiro de luta, era amigo dos povos indígenas”

Chácara onde Bruno Pereira e outros servidores da Funai moraram por um tempo, feita de madeira e com grafites em todas as paredes externas

A cidade adotada por Bruno na Amazônia reflete sua perda

21 de junho de 2022 | por e

O caldo de mocotó e o Sport, o cacique irmão na defesa do Javari: as memórias que Bruno deixou em Atalaia, além de uma casinha branca e uma pequena biblioteca

Amarildo da Costa de Oliveira

Bruno estava “atrapalhando os negócios” dos assassinos, diz investigador da polícia civil

20 de junho de 2022 | por e

No sentido contrário do que afirmou a PF em nota na semana passada, a Polícia Civil segue investigando se houve ou não mandante para o crime

Líder de pescadores acusa mídia de “sensacionalismo” e deputado fala em “fato isolado”

18 de junho de 2022 | por e

Em reunião com cerca de 100 famílias e presença de deputado, representantes de colônias e sindicalistas se queixam de que pescadores estão sendo vistos como “bandidos”

Batalhão que participou das operações no vale do Javari

“Nós estamos sozinhos no Vale do Javari”, dizem servidores da Funai

17 de junho de 2022 | por , , e

Funcionários expressam à Agência Pública raiva, frustração e impotência; presidente do órgão indigenista nunca esteve na região mesmo depois do assassinato de colaborador em 2019