Buscar
Agência de jornalismo investigativo

Mais recentes

Rubens Valente

Morte e Vida Javari: no terceiro episódio, a epopeia trágica do povo Korubo

Por

Podcast vai ao encontro de Mayá, liderança do povo Korubo, descrito como “o escudo do Javari”
Rubens Valente

Morte e Vida Javari: 2º episódio retrata os anos de chumbo, quando a terra tremeu

Por

Ditadura promoveu prospecção de petróleo muitas vezes em locais próximos de aldeias de indígenas até então isolados
Rubens Valente

Morte e Vida Javari: podcast conta violento processo de ocupação de um pedaço da Amazônia

Por

No dia em que o assassinato de Bruno e Dom completa 2 anos, a Pública lança podcast sobre o Vale do Javari
Imagem aérea mostra região a margem de um rio em Atalaia do Norte, no Vale do Javari.

Um ano depois, o Vale do Javari é uma ferida aberta

Por

No retorno à região, a Pública encontra mudanças pontuais, mas ainda sérios desafios para o futuro do local

Líder indígena afirma que “nada mudou” um ano após o trágico assassinato de Bruno e Dom

Por

Bushe Matís, coordenador da Univaja, relata ameaças e baixa presença do Estado no Vale do Javari

Sala no Planalto sobre os povos indígenas enfim sai do controle militar do GSI

Por

Decisão foi tomada antes da queda do general Dias; antropóloga Beatriz Matos coordenará as reuniões a partir de agora
João Curina, servidor da Funai em Atalaia do Norte (AM). João é um homem indígena de meia idade, ele tem olhos e cabelos escuros e veste camiseta com gola azul.

A outra chacina do Vale do Javari – e seus ecos no assassinato de Bruno e Dom

Por

Quase perdido na memória nacional, um massacre de indígenas Korubo em 1989 traz à tona as relações familiares entre os autores dos dois crimes
Sede da Funai abandonada por falta de estrutura

Coordenador da Funai no Javari pede demissão; é a sexta troca em três anos

Por

Colegas do coordenador disseram que o pedido de dispensa do cargo tem relação direta com o clima de insegurança e as condições de trabalho na região
Rio Solimões visto do porto de Tabatinga

Expansão de roçados de coca no Peru aquece busca por mão de obra indígena no Alto Solimões

Por ,

Na fronteira com o Brasil, “patrões” enviam barcos para recrutar indígenas brasileiros que vivem nas comunidades à beira do rio
Na imagem. Guilherme Martins, servidor da Funai. Guilherme é um homem branco com cabelos e olhos escuros.

O presidente da Funai “pediu minha cabeça”, denuncia servidor

Por

Em entrevista exclusiva, Guilherme Martins diz ainda que o coordenador que substituiu Bruno Pereira no órgão indigenista foi omisso nas buscas pelo colega
Delegado Domingos Sávio, da Polícia Federal, coordena as investigações do assassinato de Bruno e Dom.

Mais cinco já admitiram ocultação de bens e corpos de Bruno e Dom, diz PF

Por ,

Delegado que coordena os trabalhos da Polícia Federal diz que “trabalha com hipótese” de mandante, mas que hoje não tem elementos para indiciar ou fazer buscas contra alguém
Soldado mexe em câmera em sala de imprensa.

Exército fotografa tela de computador e jornalista da Agência Pública após perguntas

Por ,

Fotografias foram tiradas pelas costas do jornalista após perguntas não respondidas por general em Atalaia do Norte (AM); exército não comentou episódio
Lideranças indígenas do Vale do Javari protestam para comitiva de parlamentares.

Comitiva de parlamentares ouviu de lideranças indígenas que pessoas têm “alvo nas costas”

Por ,

Em reunião com parlamentares, indígenas denunciam que órgãos federais como o Exército, Marinha, Polícia Federal, Ibama e Incra são ausentes do Vale do Javari
Presos acusados do assassinato de Bruno e Dom são levados de barco pela polícia civil e federal para o local do crime, a fim de reconstituir a ordem dos fatos.

Polícia reconstitui assassinato para testar versões de acusados e testemunhas

Por ,

Mais de 20 policiais federais e civis, além de peritos criminais federais, estão envolvidos na reconstituição do assassinato de Bruno e Dom
Representantes indígenas da Univaja durante audiência no Senado

Após mortes de Bruno e Dom, Univaja articula ações em Brasília e é ignorada pelo Executivo

Por

Representantes dos indígenas já apresentaram suas demandas na Câmara, Senado, STF e CNJ; uma comissão de parlamentares vai ao Vale do Javari nesta semana
Delegado Alex Perez, responsável pela investigação do caso Bruno e Dom

“Nada está descartado”: o que diz o delegado que preside o inquérito sobre Bruno e Dom

Por ,

Delegado Alex Perez explica que uma segunda apuração poderá ser aberta e os indícios sobre um eventual mandante ainda são “poucos”
Dezenas de indígenas do Vale do Javari reunidos em frente a sede da Funai em Atalaia do Norte

“Se morrer um indígena no Vale do Javari, a gente vai reagir também”, diz líder kanamari

Por ,

A Agência Pública acompanhou protesto na sede da Funai em Atalaia do Norte (AM) que incluiu cartazes contra o presidente do órgão indigenista e o governo federal
Fachada da sede da Funai em Brasília.

Funai de Brasília barrou Bruno durante a primeira fiscalização com indígenas no Javari

Por ,

Em 2021, a entidade dos povos indígenas no Vale do Javari afirmou ao MPF que pessoas dentro da Funai queriam “acertar o Bruno e a Univaja” com medidas administrativas
Familiar de Maxciel segura quadro com sua foto. O servidor da Funai atuava no Vale do Javari e foi assassinado em 2019

Família de Maxciel fez investigação própria do caso mas nunca recebeu resposta da PF

Por ,

Parentes criticam investigação do homicídio do ex-servidor da Funai e esperam elucidação do caso após a repercussão do assassinato de Bruno e Dom
Fique por dentro

Receba conteúdos exclusivos da Pública de graça no seu email.