Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Ciro Barros

Repórter da Agência Pública há seis anos. Ganhou os prêmios do Movimento Nacional de Direitos Humanos, da OAB, pela reportagem “O Inquérito do Black Bloc” e o prêmio da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) em 2015 e 2016 pela reportagem “No Ceará, terra dos Tremembé é ameaçada por resort espanhol” e pela série “Amazônia em Disputa” – cobertura finalista dos prêmios Gabriel García Marquez e Petrobras de Jornalismo. Também pela Pública, participou da premiada série do ICIJ “Evicted and Abandoned: The World Bank’s Broken Promise To The Poor” com a reportagem “Obras do Banco Mundial deixam comunidades do sertão do Ceará sem água potável”. Em 2017, recebeu menção honrosa na categoria Arte no Prêmio Vladimir Herzog pela HQ “A Execução de Ricardo”. Teve passagens pela redação do Diário LANCE! e no LANCE!NET.


Mais recentes

Viveiros de Castro: “Estamos assistindo a uma ofensiva final contra os povos indígenas”

10 de outubro de 2019 | por e

Em entrevista à Pública, antropólogo diz que madeireiros e mineradores ilegais funcionam como “carne de canhão” para privatização da Amazônia

Sob o cerco da soja

1 de outubro de 2019

Os indígenas e quilombolas ameaçados pela soja, veneno, portos e o preconceito

1 de outubro de 2019 | por

Na zona rural de Santarém, na região paraense do Planalto Santareno a lentidão de décadas na demarcação de territórios tradicionais vem acirrando os conflitos com fazendeiros

“Não há segurança de que o ouro do seu anel não seja clandestino”, diz procurador do MPF

18 de setembro de 2019 | por e

Luís de Camões Boaventura explicou à Pública o descontrole da cadeia econômica do ouro paraense, que movimenta ilegalmente seis vezes mais recursos que o mercado legal

Mortes, garimpo e grilagem assolam assentamento mais incendiado do Pará

3 de setembro de 2019 | por e

Além do fogo, assentamento está tomado por fazendas em terras griladas e uma mineradora de ouro; e já registrou nos últimos anos cinco assassinatos e um desaparecimento

“Eu sei que vou morrer. Só não quero que matem meu filho”, diz liderança no Pará

3 de setembro de 2019 | por e

Maria Márcia Elpídia de Melo tirou o filho do assentamento Terra Nossa devido às ameaças que sofre por denunciar atividades ilegais de fazendeiros, venda de lotes e assassinatos

Queimadas quadruplicam em assentamento mais incendiado do Pará

27 de agosto de 2019 | por , e

Nossa reportagem visitou uma das áreas públicas mais incendiadas no estado; aumento de queimadas no assentamento Terra Nossa coincide com o "dia do fogo"

Amazônia em chamas

27 de agosto de 2019

Polícia aponta fazendeiros como possíveis mandantes de morte de sindicalista no Pará

18 de julho de 2019 | por

Investigação ainda não descartou outras hipóteses para a morte de Carlos Cabral, em Rio Maria; motivação indica conflito por terra em área indígena

Fogo e bala no acampamento

15 de julho de 2019

Fogo, pistolagem e medo na fazenda 1.200 no Pará

15 de julho de 2019 | por

Conflito de terra que se arrasta há 13 anos vive escalada de violência em 2019; famílias foram atacadas a tiros e suas casas, queimadas

Disputa por terra pode ter levado a assassinato de sindicalista no Pará

13 de junho de 2019 | por

Polícia Civil de Rio Maria trabalha com duas linhas principais de investigação para a morte com sinais de execução de Carlos Cabral; nossa reportagem esteve lá e conta como os conflitos de terra fazem da região a líder de chacinas no país