Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Vale separar uma horinha para ler o especial do site El Confidencial, parceiro da Agência Pública, sobre a maior reserva tropical da América Central. Em espanhol.

6 de maio de 2014
19:21

el-ocaso-de-bosawas

“SOS Bosawas” é um título que já mostra a que veio: trata-se da reserva da biosfera de Bosawas, na Nicarágua, a maior da América Central, com 8 mil quilômetros quadrados de selvas virgens, abrigo de mais de 270 espécies de plantas e 200 espécies de animais. Como na nossa Amazônia, a reserva sofre pelas grilagens e conflitos de terra que atingem principalmente os indígenas mayangnas. E, como aqui, diante da invasão de suas terras, os indígenas sentem a paralisia do governo nicaraguense. 

Um belo trabalho que usa o recurso de scroll para baixo de maneira esperta, permitindo a navegação também por capítulos. “Pela primera vez integramos em uma só plataforma textos, fotografias, vídeos e mapas interativos”, explica Carlos Chamorro, que além de ser apresentador do programa de TV Confidencial dirige o site de mesmo nome. “Além do que está no site fizemos uma edição impressa de 24 páginas e uma reportagem especial de 15 minutos que será transmitida no próximo domingo”.  

Vai lá:  http://www.confidencial.com.ni/bosawas/

Seja aliada da Pública

Faça parte do nosso novo programa de apoio recorrente e promova jornalismo investigativo de qualidade. Doações a partir de R$ 10,00/mês.

Mais recentes

Aumento de mortalidade no país está diretamente ligado a corte de verbas no SUS

14 de novembro de 2019 | por

Em entrevista à Pública, o médico Gastão Wagner, doutor em saúde pública e ex-presidente da Abrasco, diz que redução de expectativa de vida nos últimos cinco anos é consequência do teto de gastos públicos

Na Bolívia, direita religiosa entrou nos protestos de forma oportunista, diz pesquisadora

13 de novembro de 2019 | por e

Para Sue Iamamoto, governo Morales foi questionado por autoritarismo e se afastar da pauta indígena, mas oposição representada por Camacho é radical e ameaça direitos fundamentais

Empresas lançam serviço de reconhecimento facial para igrejas no Brasil

13 de novembro de 2019 | por

Tecnologia permite identificar assiduidade e até emoção dos fiéis durante cultos sem consentimento expresso