Apoie!

Seja aliada da Pública

Seja aliada

Agência de Jornalismo Investigativo

Os ministros do TSE vão julgar três pontos centrais: cassação; se cabe ou não separar a responsabilização de presidente e vice e inelegibilidade dos dois políticos

5 de junho de 2017

Em 2015, logo após a reeleição de Dilma Rousseff, a operação Lava Jato ainda estava no começo quando a coligação encabeçada pelo PSDB, o partido derrotado, já havia proposto a primeira ação contra a chapa Dilma-Temer.

De lá para cá foram quatro ações. Em março de 2016, as ações foram reunidas na AIJE 1943-58 e passaram a ter andamento conjunto, ou seja, testemunhas, colhimento de provas, petições etc passaram a ser utilizadas para os quatro processos.

A coligação derrotada alega que a eleição da chapa Dilma-Temer se mostrou viciada pelo abuso de poder econômico, político, fraude, “relevando-se ilegítima”.

Atualmente, o processo com 29 volumes e mais de 8 mil páginas ouviu mais de 50 testemunhas e está focado em 23 acusações, chamadas de “causas de pedir”.

O que mais está em jogo no julgamento de amanhã? Explicamos na animação a seguir. 

O que está em jogo no julgamento da chapa Dilma-Temer from Agência Pública on Vimeo.

Seja aliada da Pública

Faça parte do nosso novo programa de apoio recorrente e promova jornalismo investigativo de qualidade. Doações a partir de R$ 10,00/mês.

Comentários de nossos aliados

 Ver comentários

Esta é a área de comentários dos nossos aliados, um espaço de debate para boas discussões sobre as reportagens da Pública. Veja nossa política de comentários.

Carregando…
Você precisa ser um aliado para comentar.
Fechar
Só aliados podem denunciar comentários.
Fechar

Explore também

Escola Sem Partido caça bruxas nas salas de aula

30 de agosto de 2016 | por

Movimento apoiado por conservadores motiva sindicâncias contra professores e provoca censura nas aulas em estados e municípios onde a restrição de liberdade de expressão já é lei

Manhattan brasileira

10 de maio de 2012 | por

Rappers cariocas denunciam remoções e comparam a especulação imobiliária no Rio à da ilha que sedia Nova York

Olimpíadas de Londres: conheça os massagistas da mídia

25 de julho de 2012 | por

Por trás de uma cobertura esportiva chocha está a mão de poderosos marqueteiros e gerentes de crises, relata o repórter investigativo Andrew Jennings

Mais recentes

“Tenho acesso direto aos assessores de Mourão”, diz presidente do Clube Militar

25 de maio de 2019 | por

Às vésperas da manifestação pró-governo, general Eduardo Barbosa defende a ditadura militar, a economia liberal de Paulo Guedes e até Flávio Bolsonaro, investigado no caso Queiroz: “Causa estranheza ao se ver tanta relevância no caso”

Manifestações podem definir futuro de Bolsonaro no Congresso

24 de maio de 2019 | por

A Pública conversou com parlamentares sobre a crise entre governo e Congresso; ceticismo predomina, mas o resultado das ruas no dia 26 terá peso decisivo no futuro dessas relações

Dois anos do massacre de Pau D’Arco: mandantes ainda impunes e ameaça de despejo

24 de maio de 2019 | por

Em entrevista à Pública, a advogada Andréia Silvério, da CPT de Marabá, conta que os sobreviventes da chacina que vitimou dez trabalhadores ocupantes da fazenda Santa Lúcia em Pau D’Arco (PA) não receberam nenhum apoio do Estado, e que novos conflitos são iminentes

Login para aliados

Participe e seja aliado.

Fechar