Adicione nosso novo número para receber conteúdos gratuitos diariamente

Adicione nosso novo número para receber conteúdos gratuitos diariamente

4 de novembro de 2020
14:33
Este texto foi publicado há mais de 2 anos.

Com mais de 120 milhões de usuários ativos mensalmente, o WhatsApp é fonte de informação para a maior parte dos brasileiros: 79% disseram receber notícias sempre pela rede social, segundo uma pesquisa realizada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado.

Para levar o jornalismo confiável e corajoso a todos os leitores, a Agência Pública envia pelo WhatsApp resumos diários das nossas mais recentes reportagens sobre o governo Jair Bolsonaro, o impacto dos agrotóxicos no meio ambiente e violações de direitos humanos. 

Como fazer parte da nossa lista:  

  • Adicione o nosso novo número: (11) 98886-8465. Esta etapa é essencial, pois o aplicativo exige que o usuário tenha o número registrado nos contatos para receber as mensagens da lista de transmissão. 
  • Clique neste link para enviar uma mensagem e solicitar entrada. 
  • Aguarde e em breve os resumos chegarão em seu celular! 

As mensagens também são enviadas pelo Telegram –  basta entrar nesta lista.

Precisamos te contar uma coisa: Investigar uma reportagem como essa dá muito trabalho e custa caro. Temos que contratar repórteres, editores, fotógrafos, ilustradores, profissionais de redes sociais, advogados… e muitas vezes nossa equipe passa meses mergulhada em uma mesma história para documentar crimes ou abusos de poder e te informar sobre eles. 

Agora, pense bem: quanto vale saber as coisas que a Pública revela? Alguma reportagem nossa já te revoltou? É fundamental que a gente continue denunciando o que está errado em nosso país? 

Assim como você, milhares de leitores da Pública acreditam no valor do nosso trabalho e, por isso, doam mensalmente para fortalecer nossas investigações.

Apoie a Pública hoje e dê a sua contribuição para o jornalismo valente e independente que fazemos todos os dias!

Mais recentes

COP27 entrega fundo de perdas e danos mas tem trégua com combustíveis fósseis

22 de novembro de 2022 | por

Analisamos os resultados da conferência que, apesar de decisão histórica, não foi capaz de aumentar ambição climática

Na COP27, Lula inicia retorno do Brasil à agenda global de combate às mudanças climáticas

19 de novembro de 2022 | por

Com perspectiva de nova postura para o Brasil, passagem do presidente eleito se tornou um dos grandes destaques da COP

Brasil é o 4° país com maior crescimento de plantas de petróleo e gás nos próximos anos

18 de novembro de 2022 | por e

Petrobras está entre as empresas com mais novas plantas de combustíveis fósseis, mostra relatório