Agência de Jornalismo Investigativo

Com 177 inscrições de 42 países, a convocação segue para a sua segunda fase

17 de Maio de 2016

Há um mês encaramos o desafio de convidar jornalistas estrangeiros para participar do primeiro Programa de Residências da Pública. Abrimos a convocação para repórteres interessados em investigar pautas de direitos humanos relacionados à Olimpíada deste ano.

Recebemos 177 inscrições, vindas de 42 países, com todos os cinco continentes representados. São 30 jornalistas argentinos, 20 colombianos, 19 espanhóis e 13 mexicanos, para citar os países de onde mais recebemos propostas.

A convocação era voltada a repórteres do mundo todo, desde que falassem português, inglês ou espanhol. Exigimos que se inscrevessem em parceria com um veículo independente, responsável por sua segurança no Brasil e pela publicação da reportagem feita durante o programa.

Leia também: Agência Pública abre vagas para repórteres estrangeiros cobrirem Jogos Olímpicos

Agora começa a segunda etapa da seleção: vamos chamar oito finalistas para uma entrevista por Skype para, então, selecionar nossos residentes. Serão quatro repórteres, que vão ganhar uma bolsa de 7 mil reais e estadia de um mês na Casa Pública, no Rio de Janeiro, durante os Jogos Olímpicos. O resultado será divulgado na segunda-feira, 23 de maio.

Boa sorte aos repórteres inscritos!

[huge_it_gallery id=”24″]

 

[relacionados]

Comentários

Mais recentes

Uma ativista perseguida no governo Macri

18 de Janeiro de 2018 | por

Líder da Tupac Amaru, importante organização social da Argentina, Milagro Sala está presa em condições ilegais por crimes que não cometeu segundo organizações internacionais de direitos humanos

“Licitação de Dória traz muitos pontos duvidosos”, diz especialista em transporte

17 de Janeiro de 2018 | por

Em entrevista à Pública, o geógrafo Oliver França Scarcelli examina criticamente o novo edital para a concessão do serviço de ônibus em São Paulo

Sorteio do Supremo é caixa preta

16 de Janeiro de 2018 | por

STF não detalha procedimentos que definem o sorteio de processos entre ministros; levantamento de dados da última década revela equilíbrio, mas não há como descartar possíveis manipulações

Explore também

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), acusou a gestão anterior pelo apagão dos semáforos.

Apagão de semáforos de SP começou na gestão Doria

14 de agosto de 2017 | por e

Prefeito culpa Haddad, mas manutenção ocorreu até 31 de dezembro; gestão atual não fez contrato emergencial e demorou sete meses para concluir licitação

"Fugi e fiquei viva, minha filha enfrentou e morreu"

3 de Abril de 2017 | por

Em entrevista à Pública, Sônia narra a história de violência que marcou sua vida e a de sua filha, Eliza Samudio, vítima de feminicídio – um crime que mata uma mulher a cada 90 minutos no Brasil

Tem dinheiro público, sim, senhor

10 de junho de 2014 | por , , e

Pelo menos R$ 4,8 bilhões de dinheiro público foram gastos pelos governos estaduais com as arenas da Copa do Mundo, valor que não inclui pagamentos milionários dos estados a empreiteiras em PPPs