Agência de Jornalismo Investigativo

Mensagem de WhatsApp divulga resultados inexistentes de levantamento eleitoral do Instituto Paraná Pesquisas

25 de outubro de 2018
Tânia Rêgo/Agência Brasil
O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) chegando a seção eleitoral em 7 de outubro de 2018
O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) chega à seção eleitoral em 7 de outubro: levantamento do Paraná Pesquisas é falso

“Paraná Pesquisas registrado no TSE: o mito Bolsonaro vence em todos os estados, porque o povo quer renovação!” – Mensagem que circula no WhatsApp.

FalsoCircula no WhatsApp uma mensagem dizendo que Jair Bolsonaro (PSL), candidato à Presidência, vence em todos os estados segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas. A corrente mostra as supostas porcentagens de intenção de voto nas 27 unidades da Federação, mas a última pesquisa realizada pelo instituto foi feita apenas no estado de São Paulo. Além disso, as porcentagens são diferentes daquelas mostradas na mensagem e o instituto não divulgou os resultados de intenção de voto para todos os estados do Brasil no segundo turno. Portanto, o Truco – projeto de fact-checking da Agência Pública – concluiu que a corrente é falsa.

Foi divulgado nesta quinta-feira (25 de outubro) o mais recente levantamento do Instituto Paraná Pesquisas para o segundo turno de eleições presidenciais. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-04858/2018 e abrange apenas o estado de São Paulo. Foram entrevistadas 2.004 pessoas de 87 municípios.

O levantamento mostra Jair Bolsonaro (PSL) com 59,4% dos votos totais, contra 27,4% de Fernando Haddad (PT). Em votos válidos, excluindo os brancos e nulos, o candidato do PSL registrou 68,4% das intenções de voto, contra 31,6% de Haddad. Na mensagem de WhatsApp, Bolsonaro estaria com 71,47% dos votos válidos – 3 pontos porcentuais a mais do que o apontado pela pesquisa verdadeira.

A corrente ainda mostra o candidato com 71,25% no Distrito Federal e 69,72% dos votos válidos no Rio de Janeiro. O instituto divulgou o resultado da intenção de votos dessas duas regiões em 11 de outubro e 17 de outubro, respectivamente. No Distrito Federal, o candidato do PSL estava com 74,5% dos votos válidos há duas semanas – 3,25 pontos porcentuais a mais que na corrente. Já no Rio, Jair Bolsonaro aparecia com 70,8% dos votos válidos naquela data – 1,1 ponto porcentual a mais que na corrente de WhatsApp.

A empresa não fez levantamentos de intenção de voto em cada uma das outras 24 unidades da federação. Foi feita uma pesquisa nacional, mas a empresa não divulgou os resultados de intenção de voto divididos por estado nesse caso. Em resposta ao Truco, o Instituto Paraná confirmou que a mensagem é falsa.

Reprodução
Mensagem de WhatsApp mostra pesquisa falsa de intenção de voto para o segundo turno das eleições
Mensagem de WhatsApp mostra pesquisa falsa de intenção de voto para o segundo turno das eleições

Truco

Este texto foi produzido pelo Truco, o projeto de fact-checking da Agência Pública. Entenda a nossa metodologia de checagem e conheça os selos de classificação adotados em https://apublica.org/truco. Sugestões, críticas e observações sobre esta checagem podem ser enviadas para o e-mail truco@apublica.org e por WhatsApp ou Telegram: (11) 99816-3949. Acompanhe também no Twitter e no Facebook. Desde o dia 30 de julho de 2018, os selos “Distorcido” e “Contraditório” deixaram de ser usados no Truco. Além disso, adotamos um novo selo, “Subestimado”. Saiba mais sobre a mudança.

Mais recentes

Vídeo falso diz que eleições de 2014 foram fraudadas

27 de outubro de 2018 | por

Vídeo de suplente de deputada coloca em dúvida eleições de 2014 com dados irreais e um "especialista" não identificado

Em economia, Bolsonaro cita dados falsos e Haddad subestima e acerta

26 de outubro de 2018 | por , e

Em 4 frases checadas, presidenciável do PSL usou informações falsas; já Haddad citou número inferior ao real e fez uma afirmação correta

Alunos da rede pública de ensino do Distrito Federal realizam atividades: candidatos têm propostas distintas para a área

Haddad exagera e Bolsonaro erra em frases sobre educação

26 de outubro de 2018 | por e

Números foram superestimados por candidato do PT, enquanto presidenciável do PSL citou informações falsas

Explore também

Agentes do Comando de Operações Táticas, da Polícia Federal: efetivo da corporação tem sido um dos temas abordados pelos candidatos

5 frases dos presidenciáveis sobre segurança pública

13 de agosto de 2018 | por , e

Veja os acertos, exageros e erros de Lula, Bolsonaro, Alckmin, Ciro e Marina em falas sobre intervenção no Rio, homicídios, polícia, drogas e violência contra a mulher

Cunha e vetos. Não é bem assim!

2 de outubro de 2015 | por

“Não queremos obstruir a apreciação de qualquer tipo de veto. Eu defendi a manutenção dos vetos.” – Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, na quinta-feira (1º)

Correto, mas falta contexto

Avanço das obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco: Tá certo mas peraí, Fátima Bezerra!

28 de agosto de 2015 | por

“Quero dizer da nossa alegria de, ao lado da presidenta Dilma, que está dando continuidade à obra, termos inaugurado essa primeira fase [do Projeto de Integração do Rio São Francisco]. São 77,8% das obras já construídas.” – Fátima Bezerra (PT-RN), senadora, no plenário, na terça-feira (25)